Carta aberta a ti que sofres de pânico




Olá. 
Hoje apeteceu-me escrever-te. A ti que enquanto me lês, sentes uma angústia tão grande no peito e só te apetece chorar mesmo não sabendo o porquê.

Apeteceu-me falar contigo, tu que sentes uma dor profunda, que chegas ao ponto de teres medo de te afastar da zona onde moras porque tudo o que existe para lá do teu conhecimento te provoca uma angústia tão grande e te faz entrar num estado de ansiedade completamente descontrolado.

Falo para ti porque sei que precisas, sei acima de tudo que uma palavra de conforto num daqueles momentos em que os ataques de pânico são fortes e parecem que nos vão tirar a vida, faz diferença e sei que o simples toque de alguém é o suficiente para nos manter à tona. Falo para ti porque eu já estive aí nesse ponto em que te encontras.

Gostava de te dizer que tudo passa rápido mas estaria a mentir-te. Gostava de te dizer que amanhã vais acordar e sentir que tudo já passou e que não necessitas de mais medicação para existires neste mundo mas infelizmente não é verdade. Gostava acima de tudo de te dizer que sei efectivamente como é que se sai do local escuro onde te encontras mas não tenho respostas concretas porque infelizmente estas coisas da mente não são preto no branco.


Sei o que é sentir aquela dor no peito angustiante, sei o que é pensar que a qualquer momento vais morrer, que olhas para todo o lado e sentes o teu corpo completamente fora de controlo e não consegues arranjar uma razão para tal. Sei o que é dares por ti a pensar porque é que te aconteceu isto enquanto tomasmais um medicamento para te ajudar a ser "normal".

Sei também o quanto as pessoas à tua volta sofrem com isso, sei o que é ter pessoas que nos amam a tentar fazer com que tudo pareça normal enquanto choram às escondidas para que tu não as vejas assim e não sintas que a culpa é tua.

Sim sei isto tudo porque já o vivi e é por isso que também sei que é possível libertares-te. Sei acima de tudo que demora tempo, que não é um processo linear e que quando parece que está tudo a correr bem os ataques voltam e tu voltas a  desmotivar mas gostava que abrisses o teu coração e lesses com atenção o que te digo abaixo


Confia que mereces mais e que tu tens a força para comandar isto mesmo quando os ataques são enormes.
Confia que consegues viver sem medicação e acima de tudo interioriza para ti mesma que tens de conseguir de deixar de depender dela leve o tempo que levar. Eu sei que a medicação é um meio fácil mas também sei que apaga a tua essência como pessoa, sei acima de tudo que ficares dependente de um químico para conseguires estar no mundo não é solução mas sim um remendo e tu não queres viver assim.


Não queiras viver com um remendo, tu és mais, tu mereces mais e mesmo que saibas o quanto vai custar largar, o quanto vais sentir fisicamente a dor de um desmame confia em mim: a vida é efectivamente melhor sem medicação.

Confia quando te digo que não és doida, que não estás sozinha e que não és a única a passar por isso, acredita há muita gente exactamente no mesmo ponto que tu por isso não tenhas vergonha em pedir ajuda, não aches que terás de viver com essa condição para sempre porque não tens.

Confia que mereces melhor, que mereces uma vida por inteiro e não vivida em partes que se dividem em momentos de pânico e momentos de medo que voltem a acontecer. Não! 
Tu mereces muito mais e sabes disso.


Sim eu não te consigo dizer a fórmula mágica para encontrares o teu caminho, porque isto acaba tudo por ser muito pessoal, mas consigo dizer-te, que mesmo que já tenhas tentado sair de onde estás uma e outra vez e tenhas caído, não desistas e volta a tentar mesmo que custe. 

Desabafa com alguém, vai ao médico, faz alguma terapia, procura respostas não só nos médicos mas também na meditação, no Yoga, na Hipnose e em tantas outras terapias alternativas que podem efectivamente fazer a diferença, deita tudo cá para fora, grita se tiveres de o fazer mas não te acomodes a viver assim com angustia, lembra-te do que te disse acima:

TU ÉS MAIS, TU MERECES MAIS.


O caminho não é fácil mas acredita em mim é possível vencer o pânico, é possível viver sem medicação, é possível acima de tudo viver uma vida completa sem remendos.

Confia apenas.
Vânia Duarte
3 anos sem ataques de pânico nem medicação.


Já me segues nas redes sociais?

37 comentários :

  1. Muito bom, parabéns pelo texto ;)

    http://nobresonho.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. E quando acho que tu não me consegues surpreender mais, aqui estás tu. És grande, muito grande.
    Beijo

    thebrunettetofu.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. oh minha querida muito obrigada pelo carinho fiquei de coração cheio :)

      Eliminar
  3. Oi Vânia, tu nem sabes o quão reconfortante foi ler o teu texto. Sei bem o que são ataques de pânico, já tive fases em que eles eram diários e para pará-los sempre recorri à medicação. Estou a passar uma fase menos boa e os ataques estão esporadicamente a reaparecer. Não quero voltar a tomar medicação e por isso estou a adiar a ida ao médico. Vou seguir as tuas dicas e conselhos e tentar combatê-los. Obrigada pela partilha.
    Um beijinho 😘,

    Micaela

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. querida Micaela do fundo do coração envio-te muita energia positiva e acima de tudo digo-te para não deixares que as coisas avancem muito mais, procura ajuda, há tantas opções boas hoje em dia que não carecem de medicação, luta por ti :)

      um beijinho gigante

      Eliminar
  4. É impressionante como me identifico contigo em tudo o que já passaste! É reconfortante perceber que não somos únicos nesta luta que é muito dura e parece não ter mais fim. OBRIGADA mesmo de coração por partilhares tudo connosco e me dares força para continuar a lutar!
    OBRIGADA ❤️����

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mara obrigada :) Aquilo que mais me conforta é saber que posso efectivamente fazer um bocadinho de diferença na vida de alguém. E não, não és a única, são muitas as pessoas que diariamente lutam contra tantos problemas de ansiedade e depressão e também são muitas as que conseguem vencer, por isso força minha querida :)

      beijinho grande

      Eliminar
  5. Este texto é tão importante a acho que tanta gente se poderá identificar. Muitos parabéns pela coragem :)

    http://sixmilesdeeper.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Um super obrigada por este texto! Ao lê-lo parecia que tinha sido eu a descrever o que por vezes sinto!
    Muito bom! Somos mais e merecemos mais!
    Beijinhoo 😘

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. merecemos mesmo é importante cada um de nós interiorizar isto :)

      Eliminar
  7. São conselhos importantes para muitas pessoas com muitos problemas!

    https://ayellowrain.blogspot.com

    ResponderEliminar
  8. Obrigada por este texto maravilhoso e verdadeiramente inspirador. Fiquei sem palavras. um beijinho enorme

    aquivive.se.blogspot.com

    ResponderEliminar
  9. Olá Vânia. Nem sei bem o que dizer... Encontrei por acaso o teu instagram e logo depois o teu blog e em primeiro lugar encontro este post. Caramba! Fiquei com os olhos vermelhos e o coração a bater mais depressa. Só quem passou ou passa por isto é que sabe o que dói, o que custa, o que tira, o que esvazia... Obrigada pelas tuas palavras. Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. oh vera fico muito feliz por saber que aquilo que escrevo mexe de forma positiva com as pessoas :) é mesmo o melhor feedback que posso ter :) um grande beijinho

      Eliminar
  10. Que texto tão maravilhoso !
    Eu sei bem o quanto custa que estou de baixa a 2 meses por causa dos ataques de pânico e ansiedade ... conheço bem a dor.
    Obrigada pelas palavras ��

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. querida catarina muita força, não é fácil mas é possível sair de onde estás sim? acredita com força.

      Eliminar
  11. O texto está espetacular. Eu também já estive nesse lugar e, aos poucos, as coisas foram e ainda estão a melhorar. É preciso ter muita paciência e força. Parabéns!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. muito muito obrigada fico mesmo feliz por poder de alguma forma ajudar alguém :)

      Eliminar
  12. concordo completamente com o texto. muitos parabéns por teres abordado este tema de uma forma tão clara e encorajadora (:
    http://arrblogs.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  13. Puxa, isso é muito sério mesmo! Excelente texto! Tive um princípio desses sintomas, mas não procurei diagnóstico. Foi no trabalho, como professora. Sempre que era dia de ir à escola, meu coração acelerava, ao mesmo tempo em que queria fugir daquilo. A solução para mim, foi sair do emprego, claro que com o apoio de meu marido. Se fosse realmente necessário, teria permanecido, mas os sintomas poderiam piorar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. pois às vezes basta uma mudança no nosso ambiente para que tudo se resolva, ainda bem que conseguiste dar a volta :) beijinhos

      Eliminar
  14. Oi, tudo bem? Acredito que sofrer de pânico deve ser muito triste e as vezes preocupante, não só por nós mas também pelos nossos familiares. A inquietação, insegurança, a necessidade de remédios e o receio de sair na rua ou mesmo ficar em casa... É muito bom poder viver sem remédios e dividir essa alegria com a família. Parabéns pelo texto. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. é isso mesmo érika as pessoas à nossa volta infelizmente também são afectadas e é sempre importante lembrar disso :)

      Eliminar
  15. A ansiedade é terrível e ser dominada por ela é completamente apavorante, mas ainda bem que existem pessoas que estão dispostas a ajudar quem está vivendo essa fase tão delicada de ataques de ansiedade... Que no mundo venham mais pessoas assim.

    ResponderEliminar
  16. Acho incrível como conseguimos muitas vezes transmitir exatamente o que o outro precisa ouvir, lindo texto, incrível na verdade! Obrigada por tudo, obrigada por me conceder essa leitura!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. fiquei sem palavras a sério, obrigada do fundo do coração.

      Eliminar
  17. Fico indignada quando vejo pessoas dizendo que ter ataques de pânico é uma artimanha para chamar a atenção... </3 isso é tão sério quanto tantas outras doenças que existem por aí! Eu adorei a sua sinceridade, pois tenho ansiedade e sei como é sofrer com crises.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. passei por isso ao início, haviam pessoas que achavam que era só desculpa para faltar ao emprego, mas felizmente quem realmente interessa ficou ao meu lado :)

      Eliminar
  18. Oi Vânia! Que texto incrível, sua história é um fio de esperança para aqueles que precisam, escrito com sinceridade e de forma acolhedora.
    Feliz que você esteja bem e espero que continue nesse caminho com muita perseverança e força!
    xoxo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. muitoooo obrigada e espero mesmo poder ajudar outras pessoas a acreditarem da mudança :)

      Eliminar
  19. Foi tão bom ler esse texto! Já há algum tempo não tenho crises muito pesadas, mas algumas ainda vêm e vão às vezes... Tenho melhorado, no entanto, e acredito que mereço uma vida de felicidade plena! Ótimo texto, parabéns.
    Literalize-se

    ResponderEliminar
  20. Nossa, que profundo!
    Nunca tive uma crise de pânico, mas acredito que suas palavras COM CERTEZA, vão ajudar a muitas pessoas.

    Parabéns pelo blog.
    www.sobrecadamomento.com.br|

    ResponderEliminar