ACMA | 6 dicas para desfrutares de uma festa de casamento sem neuras

imagem retirada do pinterest

Este último domingo de Maio traz a minha segunda participação no ACMA  - A Cultura Mora Aqui - e se em Março falei-vos de como tornar um hobbie num hábito feliz, este mês o tema recaiu em Festas e Festividades. 

Quando a Ju partilhou este tema, confesso que andei um bocado aos papeis sem saber o que haveria de partilhar com vocês, porque na realidade apesar de estarmos a entrar numa época tipicamente de festas populares, eu gosto que as minhas partilhas se encaixem no conteúdo que já vos habituei e por isso, decidi puxar um bocadinho mais pela cabeça e surgiu a ideia para o post de hoje. 

A verdade é que o Verão é por excelência a época de casamentos, quem casa gosta de ter bom tempo e sol por isso, é normal que com a chegada de Junho, comecem também a surgir os primeiros casamentos, ora quem vai a casamentos sabe bem que são festas, onde normalmente são cometidos muitos excessos tanto a nível alimentar como de bebida e alguns deles desnecessários. 

Vocês sabem que eu sou apologista de equilíbrio e de desfrutarmos a vida por isso, não acho que alguém deva ir a um casamento a contar calorias ou a pensar constantemente que vai engordar, no entanto também acredito que este equilíbrio deve incluir um meio termo onde não há necessidade de comer como se o mundo fosse acabar amanhã. Primeiro, porque já sabemos que estes excessos no dia a seguir, só vão trazer arrependimento, choro, muita neura e ninguém merece sentir-se assim depois de ter estado no dia anterior a celebrar o amor de duas pessoas e depois, porque os excessos costumam trazer má disposição e vocês não vão querer ser lembradas, como a convidada que acabou o casamento com a cabeça na sanita. Posto isto e se vão ter uma festa de casamento este ano vejam as 6 dicas abaixo.

1. Não vás para o casamento com fome

Seja o casamento à hora de almoço ou mais à tarde, todos sabemos que este tipo de festa tende a atrasar-se e acabamos muitas vezes por ficar muito tempo sem comer. Ora já sabemos que ficar muito tempo sem comer e depois dar de caras com mesas cheias de canapés, salgados e outras entradas costuma dar mau resultado, porque o ser humano quando está com fome não costuma ser muito pragmático. Para evitar isto, come bem antes de ires para o casamento e se quiseres leva uns frutos secos para petiscares na tua mala, pois por serem pequenos acabam sempre por caber nas malinhas pequeninas que nós adoramos levar a estas festas. Não há mal nenhum em levar este tipo de snack e vai de certeza ajudar-te a manter-te mais satisfeita até chegar a hora de comer. 

2. Se houver Buffet faz primeiro uma ronda de reconhecimento 


Esta é uma dica que costumo fazer muito antes de me atirar aos petiscos. Primeiro dou uma volta e vejo o que me interessa e o que posso prescindir e só depois começo a encher o prato. Normalmente coloco logo de parte coisas que não como habitualmente como os salgados e fritos, porque na realidade são alimentos que não me trazem grande benefício. Neste tipo de buffets costumam haver sempre saladas, seja simples seja de polvo por exemplo, vários canapés de frutas e até marisco que acaba sempre por ser uma melhor opção do que croquetes. Tenta encher metade do prato com verdes e assim garantes logo uma boa dose de legumes e depois preenche o resto com o que mais gostares. Óbvio que se te apetecer, podes comer um croquete mas não precisas de encher a pança com isso.

3. Não precisas de comer tudo só porque está ali à disposição


Imagina que já estás sentada, comeste a sopa e o prato de carne e começas a ficar cheia, não precisas de comer o prato de peixe só porque te vão servir. Eu não como carne, portanto nos casamentos tenho logo este assunto arrumado, pois fico-me pela sopa e pelo peixe, mas vejo muitas pessoas a comerem quase por obrigação com vergonha de dizerem que não. Come apenas o que queres sem qualquer problema, ninguém te vai apontar uma arma à cabeça por não teres comido um dos pratos ou a sobremesa. 

4. Bebe com moderação


Não sei se sabes mas a bebida é provavelmente das coisas mais calóricas que um casamento tem e se há coisa que existe em larga proporção nos casamentos é álcool. É normal ainda nem estar o buffet disponível e já andarem a servir caipirinhas, vinho ou espumante, depois sentaste à mesa e tens sempre vinho à disposição e este sistema continua noite fora. Ora todos conhecemos alguém que se esticou no álcool e foi o rei da pista de dança e tu se não queres ser lembrada como a louca das plumas na cabeça, por isso controla-te com o álcool para evitares uma real bebedeira. Vai intercalando álcool com água e não faças misturas porque são elas que normalmente costumam dar disparate. Por fim acho que não é preciso relembrar que se conduzires nem penses em beber ok?

5. Não entendas a festa de casamento como a desculpa para uma compulsão


As festas de casamento são para serem vividas com alegria. Tens de dançar, tens de rir, tens de fazer figuras palermas com chapéus e óculos engraçados e acima de tudo tens de comer sem neuras, porque se tens uma alimentação saudável 90% do tempo, não é de certeza aquele dia que te vai estragar os planos. A questão aqui é perceberes que não é por ires para uma festa de casamento que deves comer para afagar as tuas mágoas, a comida não é um medicamento que te vai ajudar a sentir melhor, por isso em vez de te agarrares a todos os doces que existem, escolhe um ou dois que mais gostes, come e depois vai dançar e interagir com as pessoas, porque na realidade o que importa num casamento é mesmo isto: as pessoas.

6. Amanhã é outro dia


É isto mesmo assim simples e directo. O casamento é giro, dançaste, comeste e bebeste mas já passou e lá porque até te possas ter excedido, não significa que tenhas de entender o fim de semana como estragado. Lembra-te que as pessoas engordam na época de Natal ou Páscoa não pelo que comem nos dias específicos, mas sim pelo que comem nas semanas antes, ora tu não tens que continuar o festival de comida só porque no dia anterior te excedeste. Esquece as promessas de que na segunda-feira voltas ao caminho certo e regressa à tua alimentação normal. Vai dar uma caminhada, procura beber muitos líquidos e se quiseres, durante um ou dois dias, podes fazer uns jantares de sopa para compensar, não vale é continuar o festival de comida quando o casamento já terminou.


Se quiseres colaborar no ACMA basta enviares um email para acma.cultura@gmail.com.
Aproveita para visitares a página de Facebook do projecto e dares uma vista de olhos neste blogue para conheceres os outros participantes. 


Já me segues nas redes sociais?

2 comentários :