Gostar de mim


Começar a semana de coração cheio, há lá coisa melhor do que isso? Chegar a segunda-feira um dia tão típico de mau humor e perceber que tive um fim-de-semana tão rico, tão cheio de boa energia e rodeado de pessoas tão cheias de luz que me sinto uma super heroína pronta para enfrentar esta segunda-feira, a semana, o mês e todo este ano de 2017 com um só mantra: GOSTAR DE MIM. 

Este foi o tema do Workshop que aconteceu no passado sábado na Casa Vinyasa conduzido pelas incríveis Joana Limão e Inês Pimental e aquilo que ali se passou durante 4 horas é absolutamente difícil de vos conseguir explicar por palavras, aquilo que se passou para ser verdadeiramente entendido teve de ser vivido e eu tive a oportunidade de o fazer.

Imaginam como se sentem ao dar de caras com duas pessoas que admiram profundamente há muito tempo? Sabem aquele nervoso miudinho de adolescente, aquele ligeiro tremer do lábio, das pernas e do coração? Foi tudo isto e muito mais que senti ao conhecer a Inês e a Joana pela primeira vez, ao deixá-las entrar no meu coração e permitir que me ensinassem que acima de qualquer coisa no mundo estamos nós e que amarmo-nos verdadeiramente é a mais pura e verdadeira forma de amor que podemos dar a nós e aos outros. 

Durante 4 horas falou-se de amor próprio, falou-se de nutrir a alma, falou-se de gratidão, de sabermos agradecer todos os dias por alguma coisa, de deixarmos de lado os pensamentos negativos de deixarmos acima de tudo de nos criticar constantemente. Lembram-se de um post que escrevi aqui há uns tempos sobre sermos bullys connosco próprios? Foi exactamente sobre isso que se falou neste sábado, sobre as coisas que muitas vezes somos incapazes de dizermos às nossas melhores amigas mas que tão facilmente dizemos sem pudor a nós próprias e porquê?

Porque é que achamos que merecemos ofender-nos? Porque é que somos a primeira a castigar-nos quando algo falha e nunca conseguimos ver as coisas boas que conseguimos? Sabem quando é que me caiu a ficha que efectivamente eu tenho de me amar mais?




Durante o workshop tivemos de escrever 3 coisas físicas e psicológicas que gostamos em nós e se as psicológicas eu escrevi com toda a rapidez as físicas ficaram ali a marinar durante imenso tempo, tive de fazer um esforço tremendo para sacar alguma coisa e foi neste exacto momento que eu percebi que efectivamente este workshop tinha chegado no momento certo à minha vida.

Se bem se lembram eu pedi para este ano equilíbrio, disse-vos claramente que não queria emagrecer mas sim equilibrar-me psicologicamente, controlar a minha ansiedade e as minhas compulsões e acima de tudo deixar de me punir e hoje depois de tudo o que vivi e aprendi neste sábado eu assumo para comigo mesma o compromisso de lutar para me encontrar e apaixonar-me perdidamente por mim. Porque depois de ter vivido uma verdadeira montanha russa de emoções o ano passado derivadas de dietas idiotas que fiz, hoje eu consigo assumir que não é o corpo x nem y que me cativa, não é a percentagem w que me faz desejar ser melhor é assim conseguir olhar para mim e sem pensar duas vezes dizer com clareza o que gosto de mim fisicamente e se chegar a 2018 com isto cumprido terei certamente dado um passo gigante para o amor comigo mesma. 

A linda Joana partilhou muitas receitas deliciosas e tão fáceis que deixam qualquer pessoa com vontade de se atirar de cabeça aos tachos, mesmo as que não gostam de cozinhar como eu e ainda partilhou bastantes dicas de beleza 100% naturais que prometem deixar a nossa pele muito nutrida. 

Para além de tudo isto ainda recebemos uns mimininhos de várias marcas parceiras e tudo isto aconteceu num espaço incriível e que se não fosse tão fora de mão para mim seria certamente um local que eu iria querer visitar mais vezes.

Terminei o workshop completamente inebriada e com as lágrimas nos olhos depois de ter desabafado um pouco com a Inês e a Joana e terminei acima de tudo com a certeza que em vez de ficar à espera de algo eu vou fazer deste ano de 2017 o mais especial e mesmo que o termine sem ter alcançado a maioria das metas que tenho na minha cabeça já valeu a pena por ter decidido fazer mais por mim. 

Deixo-vos com a frase que mais me marcou:

"Não é 2017 que tem de ser diferente, és tu! 

Tu és a única pessoa responsável pela tua saúde e felicidade" 





1 comentário :

  1. Fico tão feliz por saber que tens as prioridades bem definidas para 2017 e que sabes que tu és a pessoa mais importante da tua vida :)

    ResponderEliminar