31 coisas que estou grata em Janeiro



Sim eu sei que estou farta de falar do workshop maravilhoso que fiz com a Inês e com a Joana mas a verdade, é que aquelas 4 horas de puro amor mexeram mesmo comigo e desde aquele dia tenho-me sentido muito mais feliz.

Super Humanos #2 - Cátia Matias, Voluntária do CASA


Em Dezembro quando lancei este projecto prometi-vos trazer um super humano incrível todos os meses e por isso começamos esta última segunda-feira de Janeiro com uma pessoa magnífica, que tem o dom da palavra e o dom do amor no coração. 

Venham então conhecer a Cátia Matias e os seus super poderes, prometo-vos que vão chegar ao fim da entrevista com um sorriso nos lábios. 

Panquecas de Banana sem Farinha e sem Lactose


Panquecas quem não ama?
Coloquei esta receita a semana passada no Instagram e recebi imensos pedidos de pessoas a quererem saber como se faziam estas panquecas sem farinha, sem leite e sem açúcar mas que são absolutamente deliciosas. 

É verdade que para os mais atentos (houveram duas pessoas que repararam) que os meus pequenos-almoços ao longo deste mês mudaram bastante, deixaram de ter farinhas e passaram a ter muito mais proteínas, gorduras e frutas.



Há sim uma razão para isto que não é nenhuma resolução de ano e que brevemente irei partilhar com vocês mas para já vamos é falar destas panquecas que primam pela leveza.

5 regras para simplificares a tua vida



Desde o início do ano que ando numa fase de limpeza mental e decidi que ia aproveitar muito mais deste 2017 do que  aproveitei o último ano. Sim eu sei que fiz duas viagens - conheci Roterdão e regressei à minha amada Tailândia - mas no geral foi um ano em que me fechei muito fruto de algumas coisas menos boas que se passaram em 2016.

Mas o ano passado já lá vai e eu estou com uma energia renovada, sinto-me bem comigo própria e depois do maravilhoso workshop que fiz no dia 7 de Janeiro sinto-me ainda com mais força, para além disso o mês ainda nem chegou ao fim e já conheci pessoas maravilhosas graças ao Bloggers Camp - mas vou falar-vos disto noutro post. 

Tu vales muito mais do que pensas


Eu sei que te pode parecer uma qualquer frase feita quanto de te digo que vales muito mais do que pensas mas acredita que é verdade, acredita nisto com todas as forças porque quem to diz é alguém que já se odiou com todas as forças. 

Escapadinha na Quinta Olivia




Bem como ainda estamos em Janeiro penso que não é tarde para falar da passagem de ano por isso hoje trago-vos o local magnífico onde entrei com os dois pés em 2017.

Eu amo a passagem de ano, sempre gostei e se com o passar dos anos o expectável seria deixar de sentir tanto entusiasmo a verdade é que continuo a adorar celebrar e sempre em grande. É raro passar em Lisboa, sempre gostei de entrar no novo ano noutro local qualquer, já foi em Madrid duas vezes, já foi em Berlim, Porto entre tantos outros locais e a verdade é que seja fora ou dentro de Portugal eu gosto mesmo é de sair de Lisboa. 

A passagem de ano para mim e para as pessoas com quem passo normalmente é em grande, fazemos um bom jantar e depois vamos sair para dançar até o sol nascer, gosto de entrar no novo ano com a sensação que dei tudo, que o recebi da melhor forma na esperança que seja um ano porreiro, mas este ano foi diferente.

A verdade é que 2016 não foi um ano fácil, passei a ter uma relação à distância e sofri muito com a morte do Pablo, foi um ano acima de tudo muito duro e por isso eu e ele decidimos que iríamos entrar no novo ano só os dois, de forma mais calma e tranquila e acima de tudo receber dia 1 com a alma limpa.

A ansiedade não é palpável mas magoa muito



Uma das coisas no qual sempre senti desconforto ao falar dos meus ataques de pânico era conseguir explicar porque é que eles aconteciam, principalmente porque houve uma altura que ainda durou bastante tempo em que eu simplesmente não sabia o porquê de aquilo acontecer e pior ainda eu não sabia que sofria de ataques de pânico

Durante muito tempo eu achei que tinha um problema de coração, um problema grave que me ia matar a qualquer momento, sim é cru, é directo mas foi exactamente assim que as coisas foram, durante muito tempo eu achava que tinha uma bomba relógio pronta para explodir a qualquer momento no meu peito e visitei mais vezes o hospital do que eu realmente gostaria com dores no peito insuportáveis, o braço esquerdo dormente e todo um corpo em total descontrolo. 

Foram muitos meses assim até que depois de ter ido a um cardiologista e ter feito todos os exames possíveis a resposta final foi que eu sofria de transtorno de pânico e se por um lado eu senti alívio ao perceber que não estava a morrer por outro e sendo-vos o mais sincera possível desejei que aquele não fosse o resultado.

Estás de dieta? 5 razões para guardares para ti.


2017 chegou e tu prometeste que ias mudar a alimentação e tornar-te mais saudável. 
Como sabias que praticamente todos os anos a resolução é sempre a mesma decidiste que desta vez ia ser mesmo diferente e foste procurar ajuda especializada de quem sabe mais do assunto do que tu, eu ou qualquer guru fitness que anda por essa internet fora a apregoar que faz acompanhamentos, ora se chegaste até aqui parabéns estás no caminho certo. 

Agora se queres um conselho de amiga guarda para ti esta decisão, não apregoes ao mundo, não contes a toda a gente como se tivesses feito uma grande conquista e no máximo conta a tua melhor amiga, ao teu namorado/marido ou à tua família mas de resto guarda como se fosse o teu melhor segredo, guarda como se estivesses a preparar uma grande festa e queres que no fim todos fiquem surpreendidos pelo que fizeste, guarda acima de tudo para te manteres no caminho certo.

Podes achar estranho estar a dizer-te isto porque normalmente a maioria dos conselhos dizem para treinares com uma amiga ou juntares-te a um grupo que também esteja de dieta e em muitos casos acaba sempre por ser uma motivação extra mas no geral acredita em mim mais vale guardares para ti.

E para te ajudar vou-te dar 5 razões para o fazeres.

Faltam 5 meses para o Verão



Ei calma não quero que te assustes ok? Antes de começares já a panicar grave, a pensar que estás uma baleia e que não tarda o verão está ai pensa antes que ainda tens 5 meses para fazeres o melhor por ti, pensa acima de tudo que estás mais do que a tempo de criares uma verdadeira mudança.

Lembraste do que prometeste a dia 1? Já puseste em prática? Ou desististe quando percebeste que aquilo que prometeste dá trabalho, que estar esperançosa de uma mudança apesar de ajudar não chega e que sim  precisas de te mexer e acima de tudo de te comprometer mesmo para alcançares os teus objectivos.

Se percebeste isto agora com a “agravante”  de te ter dito que faltam 5 meses para o Verão, KEEP CALM, respira e pensa que só passaram 10 dias do início do ano por isso estás mais do que a tempo de conseguir o que desejas mas sê realista para não te magoares depois ok?

Gostar de mim


Começar a semana de coração cheio, há lá coisa melhor do que isso? Chegar a segunda-feira um dia tão típico de mau humor e perceber que tive um fim-de-semana tão rico, tão cheio de boa energia e rodeado de pessoas tão cheias de luz que me sinto uma super heroína pronta para enfrentar esta segunda-feira, a semana, o mês e todo este ano de 2017 com um só mantra: GOSTAR DE MIM. 

Este foi o tema do Workshop que aconteceu no passado sábado na Casa Vinyasa conduzido pelas incríveis Joana Limão e Inês Pimental e aquilo que ali se passou durante 4 horas é absolutamente difícil de vos conseguir explicar por palavras, aquilo que se passou para ser verdadeiramente entendido teve de ser vivido e eu tive a oportunidade de o fazer.

Eu não quero emagrecer



Este ano a passagem de ano foi diferente do habitual, foi muito calma, serena, passada num sítio lindo e só a dois, mas sobre a passagem de ano vou falar-vos noutro post, o importante de tudo isto foi quando acordei dia 1 no meio de uma serra e dei por mim a reflectir sobre todos os objectivos que estabeleci para o próximo ano e percebi que pela primeira vez na minha vida eu não desejei emagrecer.

E caramba se isto meus amigos não é coisa que deva ser assinalada, afinal de contas tenho 31 anos e desde que me lembro como gente que o meu primeiro desejo de ano novo era sempre o mesmo: Eu quero e vou emagrecer x kilos no próximo ano.

Sê bem vindo 2017


Olá querido 2017 que ainda és uma criança. Estou a escrever-te porque agora que acabaste de chegar acho que é uma altura porreira para te dizer que tens muita gente à espera que sejas efectivamente um ano daqueles porreiros, inclusive eu, não quero que te sintas pressionado mas achei importante avisar-te deste facto. 

Desculpa deixar-te logo com esta pressão toda em cima, eu sei que ainda és novo, chegaste há meia dúzia de horas e ainda deves estar meio ressacado da folia de ontem à noite portanto nem te apercebeste muito bem que vieste a seguir a um ano de treta para muita gente e que a maioria das pessoas está efectivamente sedenta de ter um ano bem melhor.