#eucorroeuposso (mas não quero)



Eu não corro nem gosto, a única vez que me meti num treino para corrida magoei-me à séria no meu joelho vai fazer agora 1 ano, o que fez com que ficasse impedida de fazer mais de 5 km de movimentos repetidos, o que por sua vez fez com que não possa mais participar nas únicas corridas que realmente gosto as de obstáculos. 

Mas vamos ao que interessa, a hastag #eucorroeuposso é das mais utilizadas por essa internet fora por muita gente para identificar quando alguém come alguma coisa mais calórica e fora da sua rotina habitual.

Eu não acho que treinar seja uma desculpa para se poder comer baboseiras, não acho mesmo. Acho que acaba por nos dar um bocadinho mais de margem para comer uma ou outra coisa sem fazer grandes estragos, mas dai a usar o treino como desculpa para açambarcar 1 pacote de bolachas Oreo vai uma grande distância. 

Ter um corpo bonito e saudável é um trabalho conjunto entre treino e alimentação, e na maioria das vezes a alimentação é muito mais importante para se conseguir o abdominal traçado ou o rabo duro que nem pedra, basta ver por exemplo que uma bola de berlim que ingerimos em 2 minutos chega a ter 420 kcal o que equivale a mais de meia hora a correr por exemplo. Como eu sempre digo por aqui, eu acredito em equilíbrio, acredito que todos nós temos de conseguir incluir na nossa vida pequenos pecados alimentares, mas da mesma forma que quem tem excesso de peso não pode usar a desculpa "já sou gordo não faz mal", quem treina não pode entender isto como a desculpa perfeita para comer a mais.

"...basta ver por exemplo que uma bola de berlim que ingerimos em 2 minutos chega a ter 420 kcal o que equivale a mais de meia hora a correr por exemplo."

Porque isto de perder peso e moldar o corpo é um jogo de calorias, e se durante a semana perdem 3000 em treino para no fim-de-semana ingerirem outras tantas acabam por nunca sair de lado nenhum e é ai que a frustração e as desculpas de "o meu metabolismo está estragado", ou "o nutricionista não presta" começam a surgir. 

Eu já passei por isto há uns meses atrás e foi exactamente por andar com estas desculpas de como treinava podia que as minhas compulsões regressaram e acabei por aumentar de peso mesmo treinando todos os dias,  porque a verdade é que acabamos por entrar num jogo que se torna viciante e digam o que disserem comer é viciante meus amigo, por isso ou entendemos que treino e alimentação têm de andar de mãos dadas com a permissão de algumas excepções de vez em quando, ou então andamos só em loop até nos cansarmos de estarmos sempre no mesmo sítio e chegamos ao famoso ponto de rotura - perdido por 100 perdido por 1000.

Por isso o melhor que podem fazer pela vossa saúde e pelo vosso organismo é comerem bem, treinarem, respeitarem quando o vosso corpo vos pede descanso ou um doce, mas acima de tudo entenderem que treinar é um estilo de vida e não uma desculpa para comer. 





4 comentários :