Uma experiência pouco feliz

A perda do Pablo afectou-me e continua a afectar-me bastante, o facto de não o ter na minha vida, de sentir a casa muito vazia e de continuar a não aceitar tudo o que se passou, fez com que nas últimas semanas a minha vontade para fazer coisas nomeadamente cozinhar andasse a baixo de zero. E foi num desses dias,  que dei por mim a pensar "então o que vou eu almoçar amanhã?" 

Eram 22h20, não tinha tirado nada para descongelar e lembrei-me do serviço A Marmita. Nunca tinha experimentado, conhecia essencialmente por já ter ouvido falar que entregavam refeições no dia seguinte (entre as 09 e as 13h) se fizéssemos a encomenda até às 23h e com um preço bastante interessante de 3.99€, portanto decidi que essa ia ser a minha opção. Fui então ao site, procurei pelas opções e fiquei muito agradada de saber que tinham vegetariano, escolhi então crepes de legumes com arroz de ervilhas, paguei e fui dormir feliz e contente pois tinha resolvido o meu problema de falta de almoço.

Entretanto o dia seguinte chegou e com ele uma manhã inteira à espera do meu almoço, as horas foram passando nada de crepes com legumes nem arroz de ervilhas e com a hora de almoço a chegar a fome também decidiu dizer olá. Chegou às 13h e decidi ligar para perceber o que efectivamente se passava, primeiro ponto negativo: não gostei que o número de contacto fosse um 707, pior do que isso não gostei de ter ligado umas 3 ou 4 vezes e ninguém ter atendido.

Fui à página de facebook para tentar encontrar um novo contacto e deparei-me com uma série de reclamações de pessoas em várias alturas diferentes que se queixavam que ou o almoço não tinha chegado ou que a comida não era boa, voltei então a tentar ligar e atendeu-me uma rapariga bastante simpática que depois de eu lhe ter explicado que o meu almoço não tinha chegado disse que ia averiguar o que se passava e ligava-me a seguir.

Não passou muito tempo até me voltarem a ligar e eis que a moça me diz que tinha falado com o colega e que ele já tinha entregue o almoço. Eu perguntei como isso era possível se eu não tinha almoço e ela disse-me que o colega tinha deixado perto da máquina de café e do sofá onde deixa sempre. Expliquei à menina que para além da minha empresa não ter nenhum sofá nunca ninguém ali tinha encomendado nada deles portanto o "onde o colega deixa sempre" era impossível. 

Até que ela começa a explicar-me que saindo o elevador, virava à direita e depois logo à esquerda e o meu almoço estaria ali, junto do sofá e da máquina de café. Sem dúvida que adorei toda a parte em que ela me explicou como me mover dentro do próprio edifício onde trabalho e basicamente o que se passou é que o colega deixou o meu almoço na empresa do lado...

Eu expliquei que no piso onde trabalho existem 3 empresas e exactamente por isso é que tinha colocado na morada não só o piso mas também o número da porta da minha empresa para evitar confusão, obviamente que essa informação foi ignorada e quem entregou decidiu presumir que o almoço era para o mesmo sítio onde costumava entregar antes. 

Confesso que logo aqui ficaram apresentados e expliquei à menina que dificilmente voltaria a fazer uma nova encomenda, terminei a chamada, fui resgatar o meu almoço à empresa do lado e fui comer, o problema é que pouco comi. Os crepes não eram maus, os legumes no interior estavam bons apesar da massa ser mais ou menos, quanto ao arroz de ervilhas para além de estar pouco cozido trazia, não 1, não 2 mas 5 ERVILHAS. Sim eu dei-me ao trabalho de contar as ervilhas que o arroz trazia e sim eram 5 não estou a gozar e foi motivo de risada entre os meus colegas, resultado arroz no lixo e acabei por almoçar só o recheio dos crepes e uma salada pequena que tinha trazido de casa. 

Sinceramente uma das coisas que as pessoas devem ter em mente quando abrem um negócio e este cresce é garantir que têm capacidade para gerir as coisas como deve ser e acompanhar o seu crescimento e se não o conseguem fazer das duas uma ou não abrangem tantos locais de entrega ou aumentam os preços para garantir que a qualidade existe. Para mim pouco me serve pagar 3.99€ por uma refeição cuja entrega falha e em que a qualidade da comida é péssima. E quanto ao arroz de ervilhas? A sério 5 ervilhas? Foi para gozar não foi? É que as ervilhas nem sequer são caras, portanto não consigo entender como alguém coloca uma refeição destas à venda e acha que está tudo top, que o cliente vai adorar pagar por um arroz com 5 ervilhas.

Quer dizer na realidade consigo entender, porque se o negócio continua a crescer é porque dá dinheiro, mas depois vamos ao facebook da marca e vêem-se imensas reclamações, falo com algumas pessoas que já tinham encomendado antes e todas me dizem que o serviço antes era bom mas que mudou muito desde que ficou mais conhecido ou seja piorou. 

Obviamente que é possível que existam muitas pessoas satisfeitas e acho todo este conceito de entrega de comida maravilhoso, a marca tem um design bastante atractivo, a página de facebook é muito cuidada mas naquilo que realmente me interessa falharam e porque acredito profundamente, que os blogues devem ser uma plataforma de partilhas honestas sejam de coisas boas ou más decidi que era importante dar o meu feedback. 

1 comentário :