Mudar o chip


instagram: vanialifestyle

Sempre gostei de exercício é um facto. Mesmo quando tinha excesso de peso à séria eu adorava educação física e esforçava-me para ser escolhida. Jogava futebol, basketball, andebol e tinha muito jeito para a coisa, já a ginástica não era muito o meu forte, não só porque eu era bastante maria rapaz e andar de sapatilhas era coisa que me dava comichão, como fazer o pino com quase 70 kilos em cima não era de todo tarefa fácil.

Cresci, comecei a trabalhar e isso levou-me a frequentar ginásios. Não ia com a regularidade que vou hoje é verdade, é bem provável até que a minha frequência fosse bastante intensa de Março a Outubro e depois tirava umas férias, mas no geral ia-me mantendo activa e isso levou a que fosse perdendo peso, até que há 4 anos inscrevi-me num ginásio perto de casa, e por lá estive até este último domingo.


Comecei devagarinho como é obvio, lembro-me que quando fiz a primeira avaliação e me perguntaram quantas vezes eu iria frequentar a sala das máquinas, saiu-me uma sonora gargalhada do tipo: "a sério tenho mesmo de vir para aqui? É que a minha ideia eram aulas". O rapaz disse que era importante, eu acenei que sim e durante 1 ano nunca lá pus os pés. Fazia várias aulas, tinha as minhas favoritas e era bastante feliz, ia ao ginásio com gosto, não me preocupava minimamente com proteínas e afins, basicamente aproveitava simplesmente o tempo que por lá andava.

Até que em Agosto de 2013 fiz aquela fatídica avaliação e percebi que precisava de mudar o meu tipo de treino, pedi ajuda lá no ginásio passaram-me um plano de treino com cardio e musculação, e a frequência nas aulas de grupo começou a diminuir porque eu comecei a treinar de manhã e nesse horário não haviam tantas aulas que gostasse. O interesse pela musculação cresceu aos poucos, o meu corpo mudou e quando estagnei pedi ajuda personalizada e foi a partir dai que comecei realmente a gostar de treinar pesado, por isso nos últimos dois anos e meio o meu treino variou entre o cross trainning e musculação pura.

Com os problemas emocionais com a comida e o desgaste que tive nos treinos, o meu interesse e sobretudo a minha motivação começaram a diminuir muito. Desde Abril, altura em que fui para o hospital, ir ao ginásio para mim tornou-se uma obrigação, para além de que a anemia me fez andar mais cansada do que o habitual e foram várias as pessoas que repararam que nos últimos meses eu já só ia porque tinha acompanhamento, de resto onde eu estava mesmo feliz era a treinar na praia com os Outsiders Gym

Pensei muito sobre este tema, sobre todas as sensações menos boas que tinha, e a saturação do ginásio juntamente com algumas mudanças que aconteceram na minha vida, fizeram-me tomar a decisão de mudar.

Foi o ginásio que frequentei mais tempo, fui feliz enquanto lá estive e fui sobretudo muito bem acompanhada mas quando senti que estava a pagar para praticamente não ir, decidi sair, dedicar-me aos treinos funcionais na praia que tanto adoro e inscrever-me numa modalidade que já exercia sobre mim um fascínio muito grande - o crossfit e que inclusivamente há um ano atrás eu já tinha andado a rondar algumas boxes para saber mais informações. Na altura não quis mudar porque gostava do que fazia, mas agora que precisava de encontrar algo novo, fez todo o sentido e por isso mudei o chip.

Acima de tudo acho que temos de ser felizes com as escolhas que fazemos na nossa vida, não vale a pena estarmos num ginásio só porque hoje em dia todas as pessoas estão se odiamos com todas as nossas forças aquilo, é perder tempo e anos de vida, e felizmente hoje em dia já existem tantas boas opções, que é mesmo idiota andar a pagar algo que fazemos sem o mínimo prazer.

No fundo o que interessa é mexermo-nos e sermos felizes e não há mal nenhum em admitir que já não nos sentimos completos com aquilo que andamos a fazer. Mudanças na maioria das vezes são boas, por isso se não gostam do que fazem, arrisquem em algo novo.

P.S: Parece que Agosto funciona para mim como uma alavanca para mudar. Aconteceu em 2013 e essa mudança foi óptima, esperemos que agora seja ainda melhor e me ajude a regressar a um caminho mais tranquilo.

1 comentário :

  1. Tenho a certeza que esta mudanca foi muito acertada e que vai tudo correr bem!

    ResponderEliminar