As opiniões


Tenho para mim que a maioria das opiniões se fossem realmente boas, não se davam mas vendiam-se, especialmente quando lidamos com temas delicados, como peso e dietas.

As pessoas acham que sabem muito de tudo, acham ainda mais que sabem exactamente como nos sentimos e que tem a chave para os nossos problemas ali mesmo à mão. Quando eu tinha excesso de peso, muitas pessoas diziam-me coisas tão espectaculares como: 
" - Se queres emagrecer fecha a boca é simples, tens que ser mais forte que isso." 

A sério que a solução é assim tão simples? Ando eu aqui a lidar com emoções e afinal estou a ser uma mariquinhas de todo o tamanho, porque o segredo é uma coisa tão simples como fechar a boca. Obrigada então. Já agora queres uma opinião? Fecha tu a tua também e nunca mais a abras, o mundo vai agradecer para sempre.

A verdade é que basta dizer a palavra dieta e há todo um holofote de olhares sobre nós como se tivéssemos acabado de dizer: "matei alguém". Quantas de nós não sofremos um inquérito digno de polícia judiciária assim que proferimos as fatídicas palavras "Estou a fazer dieta". E és questionada, do porquê se estás tão bem, e avisam-te de tem cuidado para não ficares esquelética, ou parece que o facto de estares em dieta é o momento ideal para te atormentarem com, "vá lá só um bocadinho, não é por comeres esta fatia de cheesecake e o pão com manteiga que vais engordar". 

E quantas pessoas não decidiram tornar-se mais activas e já tiveram de ouvir "então agora também andas na moda do fitness", como se fosse uma coisa completamente estúpida e sem sentido as pessoas decidirem que querem começar a fazer exercício, e se arranjaram inspiração em outras pessoas que treinam qual é o mal?

As pessoas acham-se no direito de opinar demasiado sobre a vida alheia, sobre o que o outro veste, sobre o quanto o outro emagreceu ou engordou, enfim sobre tudo e um par de botas, e se há algumas que até o fazem com boas intenções acredito que há muita gente que o faz por pura maldade, só para te ver cair. 

Corria o belo mês de Junho e eu recebi uma mensagem no meu snapchat @va.duarte (já me seguem por lá?) que dizia o seguinte: "vi-te hoje no ginásio e não és tão fit com aparentas ser, para aquilo que treinas devias ser mais definida".  Li a mensagem, não respondi e fiquei uns minutos agarrada ao telefone a pensar porque raio alguém se dá ao trabalho de escrever uma coisa assim, sem se importar com o que a outra pessoa vai sentir. 

Quando recebi essa mensagem eu já andava em baixo, as compulsões estavam muito fortes, o meu corpo estava esgotado do excesso de treinos e ler aquilo foi um pontapé no estômago muito grande, foi quase como regressar à minha adolescência e ouvir as minhas colegas gozarem com o tamanho das minhas ancas. Foi puro bullyng e  a única coisa em que pensei foi o porquê daquela pessoa ter decidido ser tão cruel comigo sem se importar com os meus sentimentos. Sei que não me agarrei a nenhum pacote de bolachas quando li aquilo, mas senti-me muito mal comigo mesma.

Para além de ter sido idiota, nunca entendi o que quis dizer com "o que aparentas ser", eu sou o que mostro, portanto fiquei sem perceber o que estava ela à espera de ver ao vivo. Será que era um rabo pequeno? Eu nunca tive o rabo pequeno na minha vida, e acho que isso dá para perceber em todas as fotos que partilho. Será que era a barriga da Pugliesi? Ou será que foi tudo pura e simplesmente para poder rebaixar outra pessoa com a armadura de um ecrã em que consegues ser o maior herói que por ai anda.

Depois de ter decidido assumir que estava com este problema com a comida, decidi também que só iria dar ouvidos a 2 ou 3 pessoas que efectivamente se preocupam comigo e entendem esta minha relação tumultuosa. O resto coloquei-os numa pasta mental chamada outros e decidi não lhes dar crédito, porque acima de tudo estou a fazer isto por mim e só para mim, para poder melhorar e regressar a um caminho mais equilibrado, e tenho que aceitar que vão sempre existir os outros, que vão duvidar, opinar sobre tudo, questionar o porquê de todas as decisões que tomamos, esperar que falhemos para serem os primeiros da bancada a dizer "eu avisei" e no fundo está nas nossas mãos conseguir distinguir os verdadeiros dos outros.

4 comentários :

  1. Mas que pessoas estas que se dão a este trabalho. Acredito que seja simplesmente para rebaixar os outros e com isso se sentirem melhor, só pode. Até podia pensar isso, mas o que ganha em dizer? Rigorosamente nada. Enfim. Pequenês.
    Vânia, coisas destas são para rir e não pensar mais nisso...

    ResponderEliminar
  2. As pessoas gostam mesmo é de falar. É uma coisa impressionante, tendo em conta que grande parte das vezes, não dizem nada de jeito. Lembro-me, há uns anos atrás, antes de ir ao nutricionista, ouvir pessoas a dizerem-me que estava anafadinha, que devia perder peso. Depois de fazer dieta, ou seja, acompanhada por um profissional da área da nutrição, essas mesmas pessoas dizerem "estás tão magra! Agora estás magra demais!". Giro giro é que nunca perguntaram como estava, como me sentia, se era uma pessoa saudavel, etc, etc.
    Já há muito tempo que aprendi a não ligar ao que me dizem, até porque sou eu que sei das minhas motivações e fraquezas, mais ninguém. E continuo a gostar muito daquela expressão "há muitas pessoas que caladas, eram autênticos poetas" :D

    ResponderEliminar
  3. Vozes de burra e otaria não chegam ao céu! Por isso não te preocupes com essa azeda que te enviou isso! Chama-se inveja, futilidade e falta do que fazer! Mais uma vez se comprova que muita gente que anda no ginásio não sabe o que lá anda a fazer e são as coisas mais fúteis e ocas que existe no mundo!
    Quando somos melhores por vezes somos criticados porque nos querem ultrapassar mas não sabem como e então utilizam a pouca inteligência que têm e os escassos recursos para o fazer. Foi esse o caso! Tu és superior é tão melhor! Orgulho em ti sempreeee!!

    ResponderEliminar
  4. Eu sou da opinião que quem está bem na vida, não critica assim alguém, nunca, até pode comentar em casa com um amigo ou assim, mas nunca fala assim directamente com alguém, quem o faz, naturalmente não está de bem com a vida e isso sim é que é triste não é ter 10 kg a mais ou menos.
    Enfim , já nada me choca neste mundo. CAGA nisso babe e SIGA!!!! :D

    ResponderEliminar