Cheat Meal...Really?

Resolvi falar deste tema porque hoje em dia muito se fala nestes dois termos -  refeição lixo ou dia do lixo. O conceito disto diz que devemos ter uma alimentação muito regrada e depois num dia a nossa escolha que normalmente calha ao fim‑de‑semana temos uma refeição com tudo o que mais gostamos ou em alguns casos dá-se o grito do ipiranga e é o dia inteiro a enfardar calorias atrás de calorias. 

Os entendidos na coisa dizem que isto serve para mexer com o metabolismo quando se está numa dieta mais restrita em que comemos sempre o mesmo, fazendo com que o metabolismo não se habitue tão facilmente a alimentação que temos, eu vou dar-vos a minha opinião pessoal e sinceramente acho só que é meio caminho andado para o descalabro total.



Ponto número um, odeio chamar refeição lixo ao que quer que seja. Comida não é lixo, pode ser mais ou menos boa a nível nutricional mas apelidar a comida de lixo quando há pessoas a passar fome no mundo é só idiota. Depois porque acredito que a grande maioria da população não consegue viver com esta regra durante muito tempo. 

Nunca gostei de dietas restritas exactamente porque me conheço e sei que a restrição comigo funciona como uma alavanca para o disparate assim que ponho o pé na argola. Obviamente falo de mim, sei que existem pessoas muito focadas, que levam isto da dieta muito a sério e são extremamente certinhas com a alimentação. Claro que também há quem seja certinho para as redes sociais e depois por trás só come disparates. 

No meu caso, eu sempre deixei muito claro que eu não sou nem consigo ser 100% certinha! Tenho vindo a melhorar e possivelmente neste momento a minha alimentação é 85-90% correcta e saudável, no entanto quando me apetece uma coisa eu como-a e não fico a remoer porque ainda não chegou o dia x onde posso "rodar a baiana."

Acho muito restritivo alguém andar a semana toda a ansiar por uma refeição, acho mesmo que é angustiante e a longo prazo não sei até que ponto será viável, não sei também até que ponto não é mais fácil não nos descontrolarmos. Ou melhor sei porque eu já passei por isto, já estive numa dieta bastante restrita e pouco variada, onde tinha só uma refeição ao sábado onde podia comer o que me apetecesse e o resultado não foi bonito. Andei certinha uns dois meses mas assim que me cansei de andar sempre a comer o mesmo o caldo entornou e os episódios de compulsão alimentar aumentaram muito. 



O dia do lixo acho ainda pior. Já expliquei aqui que um bom plano alimentar calcula exactamente as calorias que precisamos diariamente e semanalmente para perder ou aumentar peso. No caso de perda de peso o défice calórico é muito importante, consumir menos calorias do que aquelas que se gastam é o mais importante, logo se há um dia totalmente à vontade não acham que está aqui aberto o caminho para todo o défice que andámos a realizar durante a semana vá para as couves com um dia inteiro de coisas não saudáveis. 

Esta é a razão porque muita gente não consegue emagrecer, comem muito bem durante a semana mas depois ao fim de semana acabam por desregrar e consomem todas as calorias que não consumiram durante a semana, provocando assim um efeito bola de neve. 

Eu sou a favor do equilíbrio, acredito que para uma vida sustentável tem de haver espaço para pequenos deslizes e que é muito mais fácil seguir um plano alimentar quando nos permitimos pequenas batotas do que viver a vida a ansiar que chegue o dia x para poder comer aquela coisa que andamos a sonhar desde o início da semana. Até porque acredito profundamente que para a maioria da população basta um alterar da rotina como ir por exemplo de férias, para todo o controlo com as "cheat meals" se perder e estar então aberta a porta para um "compensar por tudo o que não comi estes meses".

As fotos acima foram colocadas propositadamente, são por muito rotuladas de "cheat meals" mas para mim são comidas saborosas, que me deixaram satisfeita por as ter comido quando me apeteceu e não num dia determinado sei lá por quem, e espantem-se, sem prejuízo algum para a balança :)

                          Sigam-me no instagram em vanialifestyle e no snap va.duarte

2 comentários :

  1. Também não concordo com essa ideia do dia do lixo, principalmente porque comporta a assunção de que uma dieta saudável nos deixa a sentir falta de alguma coisa, que é compensada com dias de ingestão de comida quase compulsivamente. Acredito que isso acontece devido a dietas completamente irresponsáveis, como aquelas baixas em hidratos de carbono, que fazem o corpo entrar em cetose. Nesse sentido, o dia do lixo é aquele em que se responde às necessidades energéticas que não estão a ser colmatadas nos restantes.

    ResponderEliminar
  2. Concordo muito contigo, acho que é mais seguro fazer asneiras pequeninas do que uma grande, mas lá está, é para mim, com outras pessoas será diferente ou não. E começo a sentir isso na pele, se me apetece muito, muito, muito uma coisa não faz sentido negá-la só porque não é o dia porque só aumenta a frustração e a vontade de pecar, assim, mais vale comer (sem exageros) e voltar ao normal. Uma "dieta" boa tem que incluir estas asneiras, senão não é sustentável, certo?!

    ResponderEliminar