Tarte de maçã e banana


Sextas feiras costumam trazer uma receita a pensar no fim de semana e esta não é excepção.
Quando fiz esta tarte e coloquei no instagram e no snap (por falar nisso já me seguem por lá?), foram várias as pessoas que me pediram a receita.

Esta tarte é daquelas bem simples e saudáveis, que tanto dá para comer ao pequeno almoço como ao lanche, e o melhor disto? Não tem açúcares adicionados e é super saborosa na mesma.

Vamos a isto?

Olha para ti com olhos de ver


Há um dia em que acordas, olhas para ti ao espelho e odeias tudo o que vês. Sentes-te gorda, flácida, encolhes a barriga na esperança que ela evapore, apertas as pernas para que pareçam mais magras e ficas a sonhar com o dia em que serás mais magra e feliz. É segunda feira e prometes que todos os disparates do fim de semana vão ficar por lá e que agora é que é, agora é que vais começar a mudar, agora é que vais ser finalmente magra e feliz.

Restringes a tua alimentação, cortas nos hidratos, comes mais legumes e dás tudo de ti no ginásio, estás tão motivada que sentes que ninguém te vai parar, este é o teu momento e tu vais ser finalmente magra e feliz.

Magra e feliz, magra e feliz, magra e feliz... vivi com este conceito de "felicidade" tanto tempo na minha vida, que me esqueci do que era ser simplesmente eu na minha pele, que me esqueci de olhar verdadeiramente para mim.

Passatempo 6 anos com Raw Bite


E se o blogue faz anos, não podia deixar passar esta data sem um miminho para celebrar os 6 anos de existência. O Lolly Taste também é feito das pessoas que por aqui passam portanto nada melhor do que um passatempo com as minhas barrinhas favoritas.

Para quem não conhece,  as raw bite são barrinhas totalmente orgânicas, feitas com produtos biológicos e sem açúcares adicionados. São saborosas, nutritivas e satisfazem imenso, e por isso ando sempre com uma na mala para qualquer eventualidade.

E se a vida saudável faz parte de mim, nada melhor do que um presente que me represente, por isso tenho para oferecer uma caixa com 12 sabores variados entre caju, cacau, maçã e canela entre tantos outros.

Para se habilitarem a ganhar têm de: 

1. Fazer like na página de Facebook do blogue aqui 

2. Partilhar o passatempo de forma pública no vosso perfil

3. Seguir o blogue no instagram (@lollytaste) para uma entrada extra

Passatempo terminado.

Este passatempo termina às 18h00 do dia 6 de Maio. Os vencedores serão escolhidos pelo random.org e serão anunciados na semana seguinte. Apenas é válida uma participação por pessoa. Boa sorte!

6 anos de Lolly Taste


Faz hoje 6 anos que este espaço nasceu.

Lembro-me como se fosse hoje da altura que eu o criei. Já tinha tido outros blogues antes, penso que uns 3 mas nenhum durou mais de um ano. Na altura estava a terminar o meu curso de web e a trabalhar num sítio em que não era muito feliz para poder pagar os estudos, mas estava tão infeliz que depois de falar com a família decidi despedir-me mesmo não tendo trabalho em vista.

Foi em 2010 que tomei esta decisão, em plena época de crise, com o desemprego muito alto e uma oferta muito medíocre de trabalho, mas apesar de tudo decidi que não podia continuar a sentir-me assim portanto despedi-me, e foi exactamente um dia depois de ter tomado essa decisão que este blogue nasceu. A verdade é que estava numa fase de mudança, numa fase importante e de certa forma já que iria começar do zero decidi que iria fazer o mesmo com o blogue e daí nasceu o Lolly Taste.

Cães adultos também merecem uma oportunidade


Há 3 anos, quando entrei para a UPPA, o meu primeiro passeio foi com o Filipe, um cão muito meigo, um verdadeiro pachorrento, que só quer festas, mimos e é muito calminho. Acho que o Filipe é sempre o cão que calha aos novos voluntários no primeiro passeio, pois não há maior paz de alma. De seguida, colocamos o Filipe na box e deram-me o Lord...

O Lord era um total tresloucado. Pêlo muito crespo e desarrumado, uma língua gigante sempre de fora, uma energia enorme, com a mania de morder trelas e coleiras assim que entrávamos na box, e uma vontade gigante de correr por todo o lado, ou seja o contraste do Filipe.

Fiz o passeio com ele, mas acho que quem foi passeada fui eu, porque corri quase pela vida naquele dia, mas não sei como vos explicar, aquele cão roubou-me o coração naquele exacto momento e por isso decidi apadrinha-lo.

Bolachas de chocolate




Fim de semana à porta e uma receita simples, prática e saudável para um snack sem culpas. Comprei este chocolate na celeiro, e para além de ter uma embalagem muito bonita, é biológico e com 70% de chocolate. Esta marca tem várias percentagens de cacaus e sabores diferentes, eu fiquei curiosa com este que trazia flor de sal e depois de uma colega minha me ter dito que esta junção ficava muito bem resolvi experimentar. 

#FitChallenge 1 - Circuito do Inferno



E se ontem vos apresentei o meu PT e vos falei dos seus treinos demoníacos, nada como uma pequena amostra do que ele nos faz sofrer, por isso vou partilhar com vocês um treino, muito rápido mas que vos vai deixar com o coração fora da boca. Preparados?

WOD - Workout of the day
50 burpees / 100m de corrida
100 flexões / 200m de corrida
150 walking lounges / 300m de corrida
200 agachamentos / 400m de corrida
150 walking lounges / 300m de corrida
100 flexões / 200m de corrida
50 burpees / 100m de corrida

Objectivo do treino: fazer no menor tempo possível e voltar a repetir passado um tempo, para ver o progresso. 

Dicas: É muito importante saberem gerir o esforço e o tempo. Eu costumo ganhar muito tempo na corrida, porque coloco velocidades muito altas, para depois compensar o tempo que perco nas flexões ou nos últimos burpees por exemplo.

Podem fazer flexões com os joelhos no chão, mas o objectivo é sempre tentar fazer o máximo que conseguirem sem joelhos. 

O meu tempo: 36min.
O meu objectivo: chegar aos 33.

Divirtam-se (ou não) :-)

Ter ou não PT - a minha experiência



abdominais by Vítor Pinheiro

Muita gente se questiona se ter ou não um PT compensa. Há muitas opiniões diferentes, há quem adore, há quem ache que é coisa de ricos, há quem ache que é um desperdício uma vez que hoje em dia, há tantas apps com planos de treino e tanta informação na net, enfim há muitas opiniões e eu vou dar-vos a minha. 

Vamos por partes.

A primeira coisa que vos digo é para não misturarem as coisas. Não podemos comparar aplicações de treino feitas para o público geral, com alguém que está ao nosso lado a acompanhar e a personalizar o nosso treino. É verdade que todos sabemos fazer uma prancha, mas será que a sabemos fazer bem de forma a não pressionar a lombar?

É verdade que todos sabemos o que é um walking lounge, mas será que temos a postura correcta para não dar cabo dos joelhos?  É verdade que nós até podemos conseguir levantar 50 kilos do chão, mas será que sabemos quando está na altura de dar o passo seguinte? 
No fundo hoje em dia com a quantidade de informação que existe todos sabemos de tudo mas no fundo será que sabemos verdadeiramente tudo?

Diz-me o que comes...


Na sexta-feira passada fui ao hospital de Urgência e por lá estive algumas horas, tempo suficiente para precisar de comer qualquer coisa.

A cafetaria do hospital fica situada no edifício das consultas, e como eu estava nas Urgências a única opção existente eram as máquinas automáticas de comida, dirigi-me até uma para comer alguma coisa e acho que fiquei ainda mais doente.

A oferta era muito diversificada é verdade. Dentro do mau e do muito mau havia uma diversidade brutal. Croissants e bolos, diversas batatas fritas, uma oferta tão grande de chocolates que me senti na Suíça,  muitas bolachas, refrigerantes, sandes de panado, de chouriço ou delícias do mar (continuo sem entender como alguém come delicias do mar), pão de cereais com chouriço, ou pasta de frango.

Gelatina com Quark


Fim de semana à porta é sinal de mais tempo para fazer experiências na cozinha, e hoje trago-vos uma das receitas que já se tornou obrigatória no meu dia a dia, gelatina com quark.

Esta é uma opção mais saudável e barata para quem gosta de gelatinas de iogurte mas não quer estar a dar 2€ por 4 unidades. Aqui compram 500gr de quark no Lidl a 0.99€, 1 pacote de gelatina condi por 1.49€ e uma porção que no meu caso chega a durar uma semana.

Maria Azeitona




Estamos quase a chegar ao fim de semana e eu trago-vos um dos restaurantes que em pouco tempo já se tornou num dos meus preferidos, o Maria Azeitona.

Fui pela primeira vez a este espaço no ano passado em Dezembro, e fiquei logo encantada. O espaço é pequeno, mas muito bem decorado, lembro-me que eram 8.30 e já estava cheio, acabei por ter sorte porque uma mesa já estava a sair e lá fomos jantar.

O espaço oferece a hipótese de petiscar, com um variado número de opções onde destaco as maravilhosas vieiras, os ovos verdes e o mexilhão gratinado com queijo da ilha, ou pratos mais completos para jantar e aqui tenho claramente dois favoritos: o polvo à lagareiro e o bacalhau com broa, são absolutamente divinais. Não provei o atum braseado, mas conheço quem provou e o feedback foi muito positivo.

O que mudou em 3 anos de treino e reeducação alimentar - Parte 2


Ponderei muito se havia de publicar estas fotos ou não, mas depois de pensar sobre o assunto percebi que não tinha nada que me envergonhar e que estava verdadeiramente orgulhosa da minha mudança por isso aqui estão, as fotos que vos falei ontem, as fotos que tirei em Setembro de 2013 na altura da fatídica avaliação versus uma que tirei o mês passado e outra tirada hoje de manhã.

Assim sendo dando continuidade ao post anterior aqui vai a lista de coisas que verdadeiramente mudou em mim nestes últimos 3 anos:

O que mudou em 3 anos de treino e reeducação alimentar - Parte 1



Decidi fazer este post para vos contar um bocadinho sobre o meu percurso nestes últimos anos, pois a verdade é que os últimos 3 anos foram de uma aprendizagem gigantesca para mim tanto a nível de exercício como da alimentação, e hoje em pleno 2016 posso dizer que sou feliz com o meu eu.

Andando uns bons anos para trás, em miúda sempre fui muito magra, um verdadeiro esqueleto com pernas, tinha muitos problemas para comer e adoecia muito, no entanto na adolescência tudo mudou. Comecei a engordar aos 13 anos, com a chegada da menstruação, e apesar de sempre ter feito exercício (na escola era sempre a melhor aluna a educação física), jogava futebol e basket comia muito e comia mal, por isso o meu peso subiu estupidamente e cheguei aos 80kilos.

Aveia com sabor


Quem me segue sabe que sou uma verdadeira apaixonada por panquecas e a verdade é que há já alguns anos que fazem parte do meu pequeno-almoço regularmente.

Não sou de inventar muito nas panquecas, não costumo colocar muitos ingredientes, nem misturar farinhas, para mim quanto mais simples melhor e nos últimos tempos as minhas panquecas contam só com dois ingredientes - aveia e claras.

The Amelia Project


Foi a minha mãe que me falou deste projecto no início da semana passada, achou curioso ter o mesmo nome que ela, e sabendo que tenho um grande amor pela Ásia achou que eu teria interesse em saber mais, e achou muito bem.

The Amelia Project é um trabalho muito bonito iniciado por Fernando Pinho, que procura ajudar crianças com cancro no Myanmar, ajudando no transporte, pois a maioria da população não tem dinheiro para pagar a deslocação ao único hospital que pode ajudar estas crianças, e as famílias que conseguem juntar dinheiro fazem-no em autocarros muito lotados que chegam a demorar 4 dias a chegar ao destino, ou então quando chegam já não conseguem voltar porque não têm dinheiro para a viagem de regresso.

Sabem quanto custa uma viagem de ida e volta para o hospital? 25€. Se pensarmos que gastamos isto num jantar, ou numa peça de roupa deixa-nos a pensar sobre o verdadeiro valor do dinheiro.

Panquecas de coco



Fim de semana à porta é sempre sinal de tempo para preparar pequenos almoços mais caprichados e comer sem a pressa da semana, e por isso nada melhor do que partilhar com vocês uma das minhas receitas favoritas de panquecas feitas com farinha de coco biológica e sem gluten.


A farinha de coco é sempre uma boa opção para dias lowcarb, pois é muito baixa em hidratos e rica em boas gorduras, por isso é uma das minhas escolhas para os dias que não treino e que por isso tenho o consumo de hidratos bem mais reduzido.

Nanda Brigadeiros ou o pecado em forma de chocolate



A Páscoa já lá vai, mas não posso deixar de partilhar com vocês a descoberta deste ano e que mudou todo o meu conceito de Ovos da Páscoa. Falo-vos de um espaço situado na expo chamado Nanda Brigadeiros e que entre as muitas maravilhas tem ovos de chocolate recheados com brigadeiros de mil sabores.

Descobri a existência deste tipo de ovos pelo Snap da Gabriela Pugliesi. Ela que durante todo o mês de Março, foi recebendo verdadeiras obras de arte em forma de ovo que engordavam 5 kilos só de olhar. Comentei no trabalho sobre esta espectacularidade, fizemos uma pesquisa pela net que não deu grandes frutos pois este tipo de iguaria é tradicional do Brasil.

Let's Move with PIIT 28


Começo a semana a partilhar com vocês o novo desafio que comecei na sexta-feira dia 1, chama-se PIIT28 (Pilates Intense Interval Training) e foi criado pela incrível Cassey Ho.

Quem me seguia há mais tempo sabe que eu fiz o programa da Kayla em 2014 e 2015 e simplesmente adorei o desafio e os resultados. Aliei o guia dela com o meu treino normal de ginásio e fazia-o em casa ao final do dia. Gostei muito do desafio e quando cheguei ao fim senti-me orgulhosa de mim mesma por não ter desistido, pois havia alturas em que os treinos eram bem duros.

Entretanto no final de 2014 mudei de PT e a minha vida mudou também, pois 2015 foi o ano em que descobri o amor por treinos de força, em que deixei de ter medo de pegar em cargas e em que o meu corpo sofreu a maior mudança de sempre.

Domingo é um bom dia para recomeçar

Pablo - Abril 2016

Depois de anunciar o regresso ao blogue no início do mês de Março após 1 ano de pausa, o meu carregador resolveu morrer.

Já andava a ameaçar que não estava bem de saúde há uns tempos é verdade, mas eu fui adiando, adiando, até ao dia em que definitivamente começou a dar curto circuito e a ameaçar colocar a minha casa em chamas.