Pablo

É incrível como se passaram tão rápido 2 anos desde que esta bola de pelo veio para minha casa. Na altura tinha 2 meses, olhos azuis, uma cabeça muito maior do que o corpo e a nobre arte de se conseguir enfiar em todos os recantos mais dificeis para que não o conseguissemos apanhar. Dois anos se passaram e não poderia imaginar que ele se iria tornar na verdadeira beleza que é hoje, sim ele era muito bonito quando era um pirralho, mas ficou ainda mais perfeito quando cresceu.


Quem o conhece não lhe consegue ficar indiferente. A verdade é que independentemente de ser meu, todos que o conhecem apaixonam-se pelo seu feitio e meiguice. É um gato muito timido e muito tranquilo, normalmente não gosta de muita confusão em casa e prefere estar na cadeira dele, no entanto nunca em momento algum arranha, bufa ou se vira a alguém, e até mesmo no veterinário onde já teve de sofrer um bom bocado por causa de problemas nas orelhas foi capaz de se virar à médica. Ela própria nos disse que a calma dele é completamente fora do normal para um gato que estaria cheio de dores naquela altura.
Em casa é do mais perfeito que existe, especialmente porque é raro estragar alguma coisa. Ao contrário da maioria dos gatos a árvore de Natal não o fascina, portanto a minha mantém-se todos os anos impecável. Não arranha cortinados, preferindo fazer as unhas no arranhador ou na cadeira do escritório (que me custou 5€ portanto é coisa para não me importar), e não toca no sofá. 

É um comilão, no entanto se acontece não ter comida de manhã na tigela não chateia para acordarmos, fica tranquilo à espera, o mesmo já não acontece quando lhe apetece brincar, em que decide levar todos os brinquedos para cima da cama e começa uma verdadeira festa até que acordemos. Felizmente isto nunca acontece antes das 8.30 - 9 da manhã.

Nestes dois anos a viver connosco só me consigo lembrar de uma única asneira que tenha feito, a jarra de flores que partiu por querer comer as plantas. Sou apaixonada por ele, e a verdade é que ao longo deste tempo ele deu-me e continua a dar-me muito mais do que aquilo que algum dia poderei retribuir, o seu olhar penetrante, o carinho com que nos recebe todos os dias à porta, e a sua meiguice fazem dele o gato mais perfeito do Universo. É mimado sim, muito e ele sabe disso, mas nunca conseguiria tratar de forma diferente este pequeno que mudou por completo a nossa vida

10 comentários :

  1. Que lindo e fofinho :)

    kisses***

    ResponderEliminar
  2. Para quem diz que os gatos não são bons animais e que nunca os conseguiria ter como animais de estimação, isto é uma prova exacta do contrário. E eu sei bem o que é este amor pelos nossos pequeninos felinos e como eles se tornam tão nossos amigos! :)

    ResponderEliminar
  3. Isto é genético :) a Mia apaixona qualquer um..oiço tanta gente dizer "eu não gosto de gatos, mas a Mia..", se bem que é muito diferente do Pablo, é querida, não faz mal a ninguém, mas adora festa, está sempre no meio do acontecimento, adora montes de pessoas e é CHATA como o raio, ahaha, mia, mia e mia (culpa nossa que lhe demos o nome..) quando quer alguma coisa. Vá lá que a mim ainda me respeita e mando-lhe um berro e lá se cala.. e asneiras nunca fez nada de gravíssimo, mas quando era mais pequena destruiu-nos as cadeiras da sala e o sofá :( mas é o meu maior amor <3 *

    ResponderEliminar
  4. Que coisa mais fffffoooooooffffffiiiiiiinnnnnhhhhhhhaaaaaaaaaaaaa!!!!

    ResponderEliminar
  5. O tigre lá de casa! Adoro o nosso tigrezinho!!

    ResponderEliminar
  6. Gosto tanto tanto, é um amor! O meu também é um bem precioso :)

    ResponderEliminar
  7. O teu gato é coisa mais fofa de sempre! Adoro tanto gatos ohhh :)
    btw, adoro o teu blog também.continua com o bom trabalho!



    beijinho, http://beatourist-in-mylife.blogspot.pt/

    ResponderEliminar