Feira Popular










Quando soube que a Feira Popular estava de novo aberta até Janeiro fiquei completamente em êxtase, porque se há local que me lembra a minha infância é sem dúvida este. 

A minha mãe coitada, apanhou o maior trauma da vida dela, porque sempre que alguém me perguntava onde queria ir eu respondia sempre o mesmo e de forma irritante: Feira Popular, e mesmo quando ela me dizia que tínhamos lá ido há duas semanas e que era giro fazer coisas diferentes, não me interessava eu queria mesmo era ir para Entrecampos, perder-me na magia da casa do terror, a montanha russa da lagarta e a casa dos espelhos.

Portanto há duas semanas resolvi recuar uns anos e aproveitar esta reabertura, mas confesso que vim de lá um pouco desiludida. 

A Feira está no mesmo espaço sim, mas quem se lembra dela há muitos anos atrás, não deixa de ficar com uma sensação de estranheza. Falta-lhe mística, faltam-lhe restaurantes, a organização que havia antigamente, as imensas ruas por onde se passeava e onde havia uma clara divisão das coisas. Senti que agarraram num monte de diversões e colocaram ali no meio sem lógica nenhuma, a verdade é que a sensação que tive é que estar ali em Entrecampos ou numa feira de diversões de uma qualquer festa de Verão na terra da avó era exactamente o mesmo, quando a Feira Popular de antigamente não sendo um parque de diversões espectacular tinha uma mística especial que se perdeu desde então.

Não se paga entrada é verdade e isso pode ter contribuído para as coisas não terem a organização que tinham, pois  há 20 anos atrás pagava-se e não era pouco para a época.

Acredito que para as crianças, seja uma boa forma de passarem uma tarde diferente em família, mas quem conheceu este espaço como eu conheci, não vai deixar de sair de lá com a sensação que falta de facto qualquer coisa e que aquele não é de certeza o lugar que fez muitas crianças felizes nos anos 80 e 90.

10 comentários :

  1. Da primeira vez que abriu, á cerca de dois anos acho eu achei muito fracote. Precisamente porque me lembro dos verões lá passados, Faltava a organização, os restaurantes e os senhores á porta a covidarem a familia a entrar... E mais desiludida fiquei porque para além de tb ter a sensação de terem "atirado" com os carroseis ali para o meio, deixaram a lixeira nas bermas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sim, aquilo está sem pés e cabeça e também fiquei com essa sensação de sujidade:-(

      Eliminar
  2. Pois, também já tinha ouvido o mesmo :( daí não ter muita vontade de lá voltar!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. infelizmente a meu ver não vale mesmo a pena:-(

      Eliminar
  3. Por acaso não tenho esse fascínio pela Feira Popular, mas lá está não me lembro de ir lá muitas vezes... Ao invés da Feira Popular tenho um carinho enorme pelo Circo no Natal! Aos anos que não vou, e sinceramente... acho mesmo que faço bem, pois de certeza que ia ficar muito desiludida com as condições que hoje os circos apresentam :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ui circo, nunca fui grande fã mesmo em miúda, lembro-me de ser pequena e dizer à minha mãe que achava que os leões estavam tristes, portanto agora que cresci e me tornei bastante mais defensora das causas animais recuso-me a entrar num circo :-)

      Eliminar
  4. Olha eu por acaso fui uma ou duas vezes à feira popular em pequenita, e não fiquei com grandes memórias... adorava sim que houvesse algo do género em Portugal, mas bonito e bem organizado. De maneira que não tenho grande fascínio por ir lá este ano, também por saber que não deve ser nada de mais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. fazes bem em não ir, aquilo está uma verdadeira tristeza:-(

      Eliminar
  5. Já lá tinha ido o ano passado e aquilo é horrível ahahahaha. Em chão de terra batida e tãooooo podre!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sim vai desde o chão, às diversões que parece que se vão desmontar em 3 tempos, fiquei mesmo desmotivada:-(

      Eliminar