Um país consumido


Hoje escrevo este post com um nó na garganta e com o coração apertado. O nosso país está a arder, estamos literalmente a viver um verdadeiro inferno como há muito tempo não me lembro, e pior do que isto está a afectar directamente as minhas raízes, o local onde passei a minha infância a minha querida Serra do Caramulo.

Há mais de 8 dias que estes fogos postos por mãos cruéis. estão a destruir uma das serras mais bonitas do nosso país. Aldeias onde brinquei, onde tenho conhecidos, onde a minha família vive estão em risco, duas bombeiras já lá morreram, e corporações inteiras muitos deles voluntários, continuam a lutar contra o cansaço, fome e calor para tentar travar mãos criminosas ou deverei pensar também em interesses económicos?

De uma forma ou de outra, não consigo conceber que alguém consiga realizar um acto destes, destruir todo um ecossistema, colocar em risco centenas de pessoas porque se é simplesmente doente, sem escrúpulos e baixo muito baixo.

Sinto-me de luto, e sinto-me cada vez com menos fé no ser humano, é cruel assistir a isto tudo, saber que as nossas corporações estão sem meios, sofrem cada vez mais cortes devido ao estado deste país deprimente e mesmo assim continuam lá, há dias e dias a lutar contra pura maldade, juntamente com tantos populares que têm ajudado.

Portanto hoje, quero homenagear, todas as mulheres e homens Bombeiros que têm bravamente combatido os incêndios que nos assolam, quero agradecer por não desistirem, apesar do cansaço que devem sentir e da revolta também, obrigada pela dedicação e coragem.

Quanto a nós que assistimos a isto no conforto das nossas casas, ajudem as corporações da vossa residência, levantem-se, percam 20 minutos de praia este fim de semana e procurem saber o que eles precisam, comida, água, dinheiro, contribuam com o que puderem mas façam-no, não digam que sim e continuem o vosso caminho, só porque não vos toca directamente, porque se há melhor forma de honrar quem já lá perdeu a vida, é também nós sermos um pouco mais altruístas.

New love


O YSL Poudre Compacte Radiance foi uma prenda de mim para mim no meu aniversário, aproveitei o facto de o ter encontrado no meu tom em saldos para o trazer, e em boa altura o fiz porque nas últimas semanas tornou-se o meu melhor amigo.

Este é um pó matificante que procura tirar algum brilho da cara e uniformizar a nossa pele, pode ser usado a seguir à base mas no dia a dia prefiro usá-lo sozinho e adoro o acabamento bonito e natural que me dá.

A verdade é que no Verão não consigo usar base, sinto a pele pesada quando está muito calor portanto este pó compacto veio ajudar a esconder algumas imperfeições sem me deixar a pele pesada.

Sou apaixonada pela textura e a sensação de veludo que deixa na pele, é incrível como fica realmente macia, dá uma boa cobertura para quem não tem grandes imperfeições e dura bastante tempo, sendo que passadas 8 horas de o ter, ainda consigo sentir aquele toque aveludado que vos falo.

A embalagem tem todo aquele toque dourado maravilhoso que a YSL já nos habituou e traz uma esponja para aplicação, se bem que eu prefiro usar com um pincel mais grosso que me permite espalhar o pó mais facilmente e de forma uniforme.


Sem dúvida uma agradável surpresa, que se tornou imprescindível na minha rotina de beleza diária. 

Overnight Oats


As overnight oats são a nova sensação do momento para quem procura uma alimentação saudável.
Preparadas na noite anterior, tornam-se o alimento perfeito para comer ao pequeno-almoço pois contêm imensos nutrientes que saciam e nos dão tudo o que necessitamos para a refeição mais importante do dia.

Descobri as overnights através de um blogue que já é um guia para mim o ouiouisaudavel, que nasceu da vontade da sua autora em adoptar uma alimentação mais cuidada. Aproveitem para o visitar porque tem sugestões maravilhosas para todas as fases do dia.  

Não há uma regra para as overnights, pode-se adicionar os produtos que queremos, brincar com cores, sabores e texturas, conjugar frutas e cereais sem grandes restrições, no entanto não convém juntar mais de duas frutas uma vez que como sabemos, a fruta também contém açúcar e hidratos.

Eu fiz a minha primeira overnight ontem e tenho a dizer que o pequeno-almoço de hoje foi uma agradável surpresa, e portanto irei com certeza repetir, até porque as overnights oats são uma excelente opção como pré-treino para quem como eu faz exercício de manhã. 

Os ingredientes que não podem faltar nas overnights são:
Aveia fina em flocos, iogurte grego com redução de gordura (podem usar outro, mas este é bom pela sua consistência) e sementes de chia para engrossar o iogurte.

A overnight oat que fiz levou na base aveia trabalhada com leite (3 colheres de aveia e 6 de leite magro), depois um pouco de iogurte com chia, banana, muesli, novamente iogurte, uvas e terminei com o iogurte novamente.

Convém fazer-se num frasco de vidro por causa das bactérias (eu aproveitei um frasco de doce que tinha terminado) e fechar sempre para que a fruta não oxide, de resto é dar largas à imaginação para um pequeno almoço diferente.



Quando o peso não é tudo


Estamos em pleno Verão, época rica em dietas, preocupações desmedidas com a imagem, loucuras de momento e decisões de abraçar o exercício apenas por 3 meses.
Aqui pelo blogue, é sabido que pratico exercício regularmente e durante todo o ano, essencialmente de manhã antes do trabalho não só porque me faz bem como aumenta muito a minha produtividade durante o dia.

Uma das coisas com  que nós mulheres nos preocupamos é com o peso e é também no Verão que se fazem as dietas mais loucas e se tomam suplementos para o baixar drasticamente. 
Corta-se com o pão, os hidratos de carbono, perde-se peso rapidamente, fica-se de mau humor e depois em Outubro engorda-se o dobro.

Por aqui há um cuidado especial com a alimentação todo o ano, tenho tendência para engordar e por isso procuro ter uma alimentação equilibrada, para além de que não tomo qualquer tipo de suplementos, o resultado é um peso normal com muito poucas oscilações durante o ano.

No entanto isto do peso é um assunto tricky, porque a verdade é que nos preocupamos demasiado com ele e nos esquecemos de uma parte importante, a massa gorda que muitas vezes pode estar alta mesmo pesando pouco.

Hoje foi dia de avaliação e medição no ginásio, e o resultado foi claro: 55.6 kilos e 29,2% de massa gorda ou seja sou claramente uma falsa magra. Isto significa que tenho o peso ideal para a minha altura, posso perder mais 1-2 kilos não mais que isso, mas não tenho músculo e a massa gorda que deveria estar nos 20% na minha idade está num limite perigoso.

Confesso que já estava à espera deste resultado tudo porque coloquei a musculação completamente de lado e passei a fazer só aulas, e acreditem que neste caso a musculação é claramente muito importante.

Apesar de preocupante não é nada que não se consiga com esforço, afinal de contas tal como me foi dito a gordura abdominal é das mais chatas de perder e eu tenho pouca, para além de que o meu colesterol é perfeito, portanto passa tudo por fazer umas ligeiras alterações ao que como (essencialmente passar a introduzir mais produtos integrais, porque no geral a minha alimentação é boa) e um treino com alguma carga de cardio mas muito focado na musculação.

Assim sendo comecei hoje um plano de treino que me foi prescrito com duração de um mês com esperança que passado esse tempo a percentagem de MG tenha diminuído um pouco, após nova avaliação o plano será alterado mensalmente e sempre com novos objectivos. 

Tenho a dizer-vos que apesar de ter resistência hoje foi realmente duro, no entanto estou contente porque significa que o meu corpo estava a precisar de inputs diferentes para acelerar o metabolismo, coisa que deixa de acontecer quando nos habituamos a uma rotina de treino sempre igual.

Sendo assim, daqui a um mês cá estarei para vos contar o resultado.


E por aqui preocupam-se com a vossa percentagem de massa gorda? 
Sabiam desta importância e que ser um magro saudável não significa apenas poucos kilos na balança?

Trabalhar corpo e mente


O exercício físico é prática regular na minha vida, faço-o porque gosto e porque me dá prazer, por isso quando me perguntam como consigo levantar-me mais cedo para ir ao ginásio antes do trabalho a resposta é simples: depois de nos habituarmos a esta rotina o dia corre sempre melhor e com mais energia.

Faço várias modalidades pois gosto de variar os meus exercícios, e nos últimos tempos descobri uma que me têm dado especial prazer, o Body Balance que pratico quase sempre a seguir a uma aula de spin.
Para quem acha que Body Balance é demasiado calmo e faz dormir, ficaria extremamente surpreendido com a diversidade de exercícios que se praticam e com a quantidade de calorias que se pode perder numa aula (até 400 kcal acreditam?).

Esta modalidade combina técnicas de Pilates, Yoga e TaiChi, trabalhando a agilidade, flexibilidade e a mente, e ao contrário do que parece o body balance não tem nada de aula “levezinha”, sendo que para quem deseja trabalhar os abdominais e a postura é das melhores aulas que existem. Garanto-vos que quando saio desta aula, doem-me músculos que nem sabia que existiam.

Um dos elementos chave desta aula é a respiração. É controlando a nossa respiração que conseguimos ultrapassar os exercícios e a cada aula melhorar a nossa postura e flexibilidade, já para não falar que o final da aula termina com uma sessão de relaxamento, onde procuramos abandonar os nossos pensamentos e ficamos num momento de libertação só nosso.

Eu já não vivo sem Body Balance, o mix de trabalhar corpo e mente numa aula tornam-se viciantes e com o passar do tempo, notamos grandes diferenças até na forma como dormimos. A verdade é que para além da parte física, para mim é muito importante o bem estar mental e esta aula permite-me trabalhar isso.


Por aqui há amantes desta modalidade?

Birthday Gifts





Fazer anos em Agosto sempre me trouxe mix feelings. Por um lado está calor e está bom para a praia, por outro a maior parte dos amigos está de férias e isso deixava-me triste. Com o passar dos anos acabei por arranjar formas mais giras de passar este dia e por isso passou a incomodar-me menos fazer anos nesta altura. 
Desde uma escapadinha a um qualquer local no nosso Portugal, uma massagem ou simplesmente apreciar a companhia da família num jantar caseiro e divertido passaram a deixar-me mais feliz por fazer anos nesta altura.

E se há vantagem em fazer anos agora, é o facto de apanhar a época de saldos e poder comprar alguns mimos com preços muito mais em conta e este ano foi isso que aconteceu, com algum do dinheiro que recebi aproveitei para comprar alguns presentes que queria.

Ténis Nike e calções Oysho
Os calções já estavam na wishlist que publiquei há uns tempos, são práticos, frescos e de excelente qualidade, são da nova colecção de gymwear da Oysho. 
Os ténis já precisava deles para o ginásio há algum tempo uma vez que os meus estavam a dar as últimas, mas não estava à espera de os comprar agora. Um acaso levou-me à Sportzone e a encontrar estes Nike próprios para corrida por mais de metade do preço.


Ysl Poudre Compacte Radiance e DKNY Sweet Delicious Pink Macaroon
O pó compacto da YSL foi o verdadeiro achado de saldos na área de maquilhagem, perfeito para usar sozinho sem base, deixa a pele bonita e aveludada e é indicado para peles com tendência a algum brilho e oleosidade. Tive a sorte de encontrar o meu tom a metade do preço. 
O perfume foi presente da mãe, uma edição limitada da DKNY, com um cheiro fresco e um pouco doce, perfeito para o Verão. Sei que tinha colocado na wishlist o Daisy que tinha acabado de terminar, mas depois de conhecer este, decidi experimentar um novo aroma.


Headphones Pioneer e anel mango
Sou viciada em música, oiço no trabalho, no ginásio e nos transportes públicos. Estes headphones vieram ajudar as minhas idas matinais ao ginásio, uma vez que os anteriores passavam a vida a cair. 
E se vos disser que com uma promoção da worten trouxe estes meninos por 19€, acreditam?
O anel também estava na wishlist juntamente com outros, optei só por este por ser o mais diferente e estou in love.

Por fim a melhor prenda de todas e que irá ser gozada este fim de semana, uma estadia de duas noites na comporta, recheada de paz e muito amor.

Vencedora Mask of Magnaminty

E depois de terminado o passatempo Lush chegou a hora de divulgar a vencedora.

Parabéns à Vanessa Marcos com a participação número 27.
A todas as outras participantes, não desanimem, pois vão haver mais oportunidades para tentarem a vossa sorte. Obrigada a todas pela participação. 

Summer Bracelets



 


Se há estação que rima com acessórios coloridos é sem dúvida o Verão. Desde colares, a pulseiras de todos os feitios e materiais, o Verão chama claramente por peças que façam vibrar qualquer visual.

Eu adoro pulseiras especialmente nesta estação, uso praticamente todos os dias e gosto de ir variando cores. Na verdade é uma forma um pouco tola até, de ter o Verão e cheirinho a praia mais perto de mim, uma vez que este ano só terei férias lá para o fim do ano ou início do próximo, e por isso uns pulsos coloridos dão outro ânimo para encarar este facto.

E é aqui que a DLY Inspirations entra. Uma loja online cool, com peças muito actuais, divertidas e super coloridas, uma loja onde é mesmo difícil escolher só uma peça.

O atendimento é rápido e muito simpático, o envio esse é mais do que super sónico. Comprei as três pulseiras acima como prenda de aniversário na quarta passada e sem esperar, na sexta à tarde recebi a minha encomenda. O envio é muito cuidado, com uma apresentação minimalista e com muita atenção aos detalhes.

Quanto às peças são ainda mais bonitas ao vivo, e foram as minhas companheiras durante este fim de semana tão especial, confesso que fiquei mesmo contente que tivessem chegado a tempo de festejar mais um ano de vida.

Para quem não conhece, vale mesmo a pena dar um pulinho ao site da marca e perderem-se pelas variadas opções que possuem, eu já tenho debaixo de olho um dos magníficos colares em crochet.

E por falar em crochet, este mês a DLY Inspirations oferece 20% de desconto em toda a crochet collection, portanto mais uma boa razão para conhecerem melhor este projecto.


Birthday Girl


Pois então diz que hoje é dia de festa, e que por aqui se festejam 28 anos.
Caramba estou crescida :)

Los Intocables








O artista cubano Erik Ravelo, decidiu denunciar diferentes tipos de abusos que impedem o direito à infância de milhares de crianças em todo o mundo.

Para isso, ele criou uma série de fotografias chamada “Los Intocables” que simulam a crucificação de crianças mostrando vários tipos de abuso infantil.
Pedofilia na igreja católica, morte de inocentes em zonas de conflito, obesidade infantil, turismo sexual, tráfico de orgãos entre outros são alguns dos temas criticados pelo cubano.

Como já seria de esperar esta campanha provocou uma onda de indignação bastante forte, algo a que Erik Ravelo já está habituado, não fosse ele a mente por trás da famosa campanha “Unhate” da Benetton.

Eu aplaudo de pé este Los Intocables, se é cru e forte, sim bastante, mas é assim que temas polémicos necessitam de ser tratados, porque o que acontece na realidade é ainda pior. 
Mais do que palavras de caridade, de notícias más que chocam hoje mas que já ninguém se lembra amanhã, esta publicidade consegue aquilo a que se propõe, não deixar ninguém indiferente e provocar-nos um nó na garganta.

Venham mais mentes assim. 

A Gaiola Dourada


Sábado foi dia de ir ao cinema, ver o tão falado Gaiola Dourada, ou melhor tão falado para alguns porque eu não o conhecia, por isso fui um bocado reticente para o cinema.
A verdade é que a história sobre imigrantes portugueses em França não era coisa que me suscitasse muito interesse, mas a convite lá fomos nós ver este filme e se há coisa que realmente gosto é de ir para o cinema sem grandes expectativas e sair de lá com o coração cheio e uma sensação de grande satisfação.

A Gaiola Dourada é tudo de bom e uma agradável surpresa, um óptimo argumento, cheio de humor e até piadas cliché mas que nos fazem realmente rir com vontade, tem um grupo de actores cheio de talento, daqueles que nos deixam orgulhosos e a pensar que por cá também há muito bons profissionais nesta área.
Tem cheiro e sabor a Portugal, tem saudade, aquela palavra tão nossa e que é tão bem retratada e passada pelo ecrã para quem vê o filme, tem acima de tudo uma forma realista e bem disposta de retratar o nosso povo. É um filme que usa os estereótipos do nosso povo imigrante de uma forma inteligente e cheio de sensibilidade.

E por falar em momento cliché, caramba se aquele fado não arrepia, caramba se não nos deixa realmente com a sensação que mais ninguém canta aquilo como nós, ou melhor ainda, que mais ninguém o sente assim de uma forma tão profunda como nós.

O humor é simpático, descontraído e em momento algum se torna forçado, o filme e toda a sua sequência está de tal forma bem feito que o tempo na sala de cinema passa a voar e quando damos por nós acabamos irremediavelmente por sentir um orgulho português, um orgulho tão nosso, tão típico de um povo que apesar de sofrer nunca esquece as raízes de onde veio.

Mais do que um retrato aos muitos portugueses imigrantes, Gaiola Dourada é um filme de sorrisos, e é sobretudo um filme que cheira a família e ao bom que é ter os nossos perto.

Um filme a ver sem sombra de dúvidas.


some wishes...



Diz que brevemente faço anos, e portanto nada melhor do que fazer uma pequena listinha de alguns desejos. 
A verdade é que não estou lá muito animada com o aniversário, confesso que esta coisa de fazer 28 anos e de já conseguir vislumbrar os 30 ali tão perto é coisa para me deixar um bocado aborrecida, mas como não posso fazer grande coisa quanto a isso,  o melhor é mesmo aceitar que isto dos vintes está quase a ir de vela e fazer listas de aniversário sem fim, acreditando piamente que o euromilhões sai mais às pessoas já com alguma idade.

Não tenho uma lista muito extensa, porque na realidade não preciso estupidamente de nada (vá ali o jogo talvez, mas isso é a minha crise de meia idade), mas como desejar nunca fez mal a ninguém, estes são os meus desejos de momento. 

1: Casaco Zara: Bem sei que a época de pensar em casacos ainda está longe (e que assim continue por bom tempo), mas quando vi este casaco a semana passada numa Zara fiquei apaixonada. Todo ele é perfeito, a cor, o corte, o fecho lateral, enfim uma maravilha de Outono.

2: Leggins e Calções Oysho: Quem me segue pelo Instagram sabe que mantenho uma actividade física regular de manhã antes de ir para o trabalho. A verdade é que não consigo ir noutra altura do dia e depois de me habituar a esta rotina sinto uma energia diferente durante todo o dia. A Oysho está com uma colecção de ginásio simplesmente maravilhosa, e estas duas peças vinham mesmo a calhar para manter a motivação lá em cima. 

3: Daisy Marc Jacobs: Tenho os meus perfumes a dar as últimas (vá na realidade ainda tenho o Chanel Chance praticamente cheio), mas como gosto de ter mais de uma opção o Daisy que adoro, era o perfume perfeito para este Verão. 

4: Anéis Mango: Sempre gostei dos acessórios da Mango, acho seriamente que batem a Zara aos pontos,  e especialmente esta nova colecção de anéis está de perder a cabeça.
Já comprei dois, mas não me importava nada de ter estes três a fazer companhia aos meus dedinhos.

5: Descobridores de Catan: Nos últimos tempos voltámos a descobrir as maravilhas dos jogos de tabuleiro e em boa hora o fizemos. Um grupo de amigos e um jogo de estratégia bem divertido, que nos leva a passar horas e horas nisto sem dar pelo tempo passar. Estou viciada e quero um para mim.

Lisbon By Boat


Há em Lisboa um novo projecto que está a fazer mexer o nosso rio, chama-se Lisbon By Boat e traz consigo motivos suficientes para embarcarmos num passeio pelo Tejo e conhecermos a nossa cidade por um outro ponto de vista.

Possuem uma série de Tours que variam a localização e o tempo, sendo que há uma bem curtinha para quem deseja um passeio rápido de 30 minutos, ou as mais longas (45 a 60 minutos) que nos levam a perdermo-nos pela história da nossa cidade.

A verdade é que já fazia falta um projecto assim, que aproveitasse a beleza do nosso rio e trouxesse uma outra forma de fazer Turismo por Lisboa, aliando passeio, cultura e diversão, isto porque também é possível realizar eventos com a By Boat.

Desde aniversários, despedidas de solteiras ou para os mais aventureiros uns valentes mergulhos, há um mundo de opções para quem quer oferecer uma prenda original a alguém ou simplesmente aproveitar o dia de forma diferente.

E para os mais românticos, ou apenas para os apaixonados pelo pôr do sol único de Lisboa, a Lisbon By Boat têm uma Sunset Tour que não vai deixar ninguém indiferente.   

Os preços variam entre os 25€ e os 50€, mas há sempre promoções a acontecer na página de Facebook, portanto é estarem atentos porque podem sempre apanhar boas oportunidades tal como a que aconteceu no fim de semana passado, com uma Tour de 30 minutos por 9.90€.

Por tudo isto é caso para se dizer: You will never forget Lisbon.