Às voltas por Portugal #11






fotos retiradas da internet

Uma nova rotina


Uma das coisas que o novo desafio profissional me trouxe, foi a falta de tempo para me dedicar ao que mais gosto. Se por um lado me sinto feliz e completa por ter tido esta oportunidade de crescer profissionalmente, por outro lado há alturas em que sinto que a minha vida resume-se a trabalho e pouco mais.

Devido à falta de tempo, acabei por afastar-me da prática regular de exercício físico, quem me conhece, sabe que isto é algo que realmente me incomoda, mas como os meus horários são muitas vezes incertos ir ao ginásio ao final do dia tornou-se algo impossível.

Comecei a sentir-me nos últimos tempos mal comigo mesma, não por uma questão estética, mas por achar que estava a perder resistência no dia-a-dia e acima de tudo, de sentir cada vez mais necessidade de ter aquele momento meu, em que não penso absolutamente em mais nada e limpo completamente a mente de tudo.

Portanto uma nova rotina de exercício matinal entrou na minha vida, e antes de ir para o trabalho comecei a ir ao ginásio, uns dias nadar, outros correr ou andar de bicicleta, e terminar com um banho turco para recuperar energias. 

A verdade é que para muita gente parece difícil, mas depois de nos habituarmos, sabe bem começar assim o dia, e pessoalmente sinto-me com muito mais energia para encarar o trabalho do que fazer o inverso, treinar depois de um dia cansativo. Tenho também lido bastante sobre a prática de exercício matinal, e de todas as alturas do dia, a manhã é sem dúvida a mais aconselhada e isso tem-me dado ainda mais energia para manter esta minha nova rotina.

É obvio que agora no Verão a vontade é outra e que mal venham os dias frios e chuvosos é possível que o quentinho da cama tenha mais força do que a piscina ou a passadeira, mas enquanto a preguiça não vencer lá andarei eu bem cedinho a esticar o corpo.

E por ai, há adeptos do exercício antes do trabalho?

Um ano de Pablo















Foi há exactamente um ano que nasceu o meu pequeno Pablo, portanto não poderia deixar de assinalar este dia por aqui, até porque desde a sua vinda cá para casa, ele sempre foi uma forte presença no blogue e no Instagram.

Nasceu no dia 15 de Junho de 2012, quando o conheci ele era assim como na primeira foto, míni e com uns olhos azuis maravilhosos. Acabou por vir para minha casa no final de Agosto, muito medroso e desconfiado. 

Não foi fácil ganhar a confiança deste gato, estava demasiado apegado aos pais, mas depois de muita paciência hoje tem uma ligação muito forte connosco, é uma pequena sombra que nos segue para todo o lado dentro de casa e que nos espera todos os dias à porta com um sonoro miado de boas vindas.

Quem o conhece diz que é dos gatos mais amorosos e companheiros que algum dia viram, para mim é o mais perfeito. 

Há quem não goste de gatos, há quem fale muito mal destes animais, há quem só prefira cães, enfim, eu adoro animais, cães, gatos, coelhos, pássaros, tartarugas, baleias, bla bla bla, portanto não entro em grandes disputas sobre quem é mais fixe, mas digo-vos com toda a certeza que o Pablo mudou e continua a mudar a opinião de muita gente relativamente a gatos.

E é isto, 1 ano passou ele cresceu imenso, mas continua a ser um totó, meio desengonçado a correr, que sabe bem como fazer olhinhos de gato das botas para conseguir o que quer, no entanto por outro lado também sabe dar verdadeiro amor quando alguém cá em casa está triste. 

Posto isto só tenho que agradecer a sua vinda cá para casa, porque tornou claramente o nosso cantinho muito mais feliz. 

Parabéns Pablito :-)