untitled

Não gosto de pessoas com a mania da grandeza, não gosto que se achem o supra sumo da batata e que tratem o resto do mundo como se fossem estúpidos. 
Não gosto de pessoas que falam demais, contam demais, se gabam demais para depois no fundo no fundo as coisas não passarem de grandes balelas. 
Não gosto de pessoas que necessitam constantemente de aprovação e que para obterem isso mostram ao mundo que são melhores que os restantes (muitas vezes não passa de ilusão). 
Não gosto de pessoas que estão sempre a cobrar e a controlar tudo o que fazemos. 
Não gosto essencialmente de me sentir com um nó na garganta daqueles que sabemos que se desatamos nada será como antigamente...

12 comentários :

  1. ui... Podia ter escrito isto. Há pessoas que se revelam de uma maneira e eu sei que se abro a boca para dizer o que penso, a pessoa não vai gostar, mas a verdade é que já estive mais longe, muito mais longe...

    ResponderEliminar
  2. Posso subscrever querida Vânia?
    Tal e qual!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. assino por baixo
    menos o mó na garganta mais vale falar e seguir em frente

    ResponderEliminar
  4. Se tu soubesses o que eu me revi neste post... ando com esse nó na garganta há quase três anos, ainda por cima com a pessoa que é. Mas a verdade, é que as coisas já não são como eram... Essa mania de falar de mais, de se fazer melhor que todos os outros, de mostrar que tem mais, não importa nada, porque quando chega a hora de uma pessoa mostrar o que realmente é, não é com esse paleio que mostra alguma coisa.
    Beijo grande, sweetie*****

    ResponderEliminar
  5. Oh, e infelizmente é o que há mais...!

    ResponderEliminar
  6. Ora nem mais, está tudo aí! E esta mensagem deve ter "montes" de destinatários! Bjs

    ResponderEliminar
  7. Ora nem mais, está tudo aí! E esta mensagem deve ter "montes" de destinatários! Bjs

    ResponderEliminar
  8. Somos tão iguais.
    Mas a mim o que me deixa mesmo os nervos em franja, dessa gente toda que mencionaste, são os gabarolas. Odeio gabarolas a precisar de aprovação.
    GRRRR, fico piurça.
    Mas já eu não sou tão contida como tu, e que se lixe o antigamente. Muitas vezes, esse tipo de pessoas não nos fazem falta querida. Pensa nisso ;)

    ResponderEliminar
  9. nós desses têm é que ser desfeitos, mesmo que nada volte a ser como antigamente, mesmo que custe.
    pessoas que são assim perto de nós só nos faz mal, deixam um rasto de negatividade atrás delas. já tive umas quantas perto de mim, mas fiz questão de exorcizar esses demónios. *

    ResponderEliminar
  10. Caramba, puseste aqui por em letras aquilo que eu penso... A quantidade de Malta assim é assustadora.... necessitados de atenção. E o pior é que se insultas a galinha, o galinheiro todo se ofende...

    ResponderEliminar
  11. <3 Pode vir a ser melhor! Vai ser melhor.. Faz o favor de desatar esse nó na garganta!

    ResponderEliminar