A Padaria Portuguesa








Já tinha ouvido falar na Padaria Portuguesa, com os seus mais variados tipos de pão e doçaria bem apelativa, mas ainda não tinha tido o prazer de visitar nenhuma, por isso fui com a Vanessa conhecer a padaria de Telheiras que fica situada no meio de um jardim e fiquei encantada.

O espaço é maravilhoso, super acolhedor e com uma decoração impecável, tudo muito bonito e bem cuidado, com uns sofás confortáveis onde podemos ficar horas à conversa. Os empregados são muito atenciosos e as montras são de perder a cabeça.

Para os verdadeiros amantes de pão (EU, EU, EU), é muito complicado de nos controlarmos e pior ainda é quando do outro lado existem doces e compotas a piscarem o olho. 

A verdade é que ainda não tinha almoçado, assim sendo optei por uma quiche que estava maravilhosa mais um sumo de laranja natural, e consegui conter-me nas iguarias, apesar de ter babado o pão de deus cheio de coco que a Vanessa comeu.

Os preços não são caros e sabe mesmo bem estar à conversa com o cheirinho constante de pão quente a sair. Vou com certeza lá voltar. 

Bom fim de semana

Oh Zara assim não dá


Vi este casaco no Instangram da Chiara no início desta semana e gostei bastante, é simples, é preto e tem um corte muito bonito. 
Depois da menina dizer que o casaco era da Zara resolvi investigar, não encontrei exactamente este mas reparei noutros dentro do mesmo género que me piscaram o olho.

O problema é que custam todos 100€ (sim para mim 99 e qualquer coisa já são 100€) e isto é um verdadeiro abuso para um casaco da Zara. 

Ok os casacos querem-se quentinhos mas creio que estes preços são bastante abusivos, já tinha reparado nisto em outras peças como as malhas, mas aqui é claramente flagrante. 

Portanto a menos que o subsídio da RFM me saia, estes vão ficar só na minha lista de desejos virtuais. 

99.95€

99.95€

 109.00€

Revolution


Comecei a ver esta série no Domingo à noite depois de me ter sido sugerida durante o fim de semana.
A premissa da série recai, num determinado dia em que por alguma razão, a energia no mundo acaba e deixa de ser possível voltar a fabricar, portanto a partir daquele momento, as pessoas teriam de aprender a viver sem energia ou seja, sem computadores, tv, telefones (etc) ficando assim muito isoladas do mundo.

Não sendo algo original, uma vez que Jericho também andava à volta de um tema semelhante, resolvi começar a ver e depois de ter sido avisada que os dois primeiros episódios são um bocado bullshit não tinha grandes expectativas e ainda bem que assim foi, pois permitiu-me dar o beneficio da dúvida nos episódios seguintes.

A verdade é só uma, o episódio piloto é péssimo, a história passa-se muito rápido, são apresentadas milhares de personagens quase ao mesmo tempo e quando termina ficamos com a sensação que estivemos a ver uma série muito amadora, no entanto como já estava avisada, segui para o segundo que passa de mau para menos mau e é a partir do terceiro que a coisa se começa a compor.

Não é uma série espectacular mas melhorou muito a partir do terceiro episódio, a ideia que a energia no mundo pode acabar é bastante perturbadora, há inclusive uma parte que mostra bastante bem a nossa clara dependência pela tecnologia, com uma mãe que anda com um iphone desligado sempre atrás , porque sem qualquer fotografia física é o único lugar onde tem lembranças dos filhos. 

Revolution tem de facto potencial para se tornar uma boa série, não daquelas que nos marcam mas boa para entreter. 

No IMDB está avaliada com uma nota de 6.6, eu concordo.

DIY Almofadas Natalícias com Stencil









Não há como negar, fui invadida pelo espírito do Natal, e consequentemente o blogue também.
A verdade é que apesar deste ano a coisa estar muito apertada para prendas, sinto-me feliz com esta época pois adoro os cheiros e as cores tão características do Natal.

Assim sendo, como sei que a crise aperta para todos, gosto sobretudo de trazer DIY giros, fáceis de fazer e sobretudo baratos, e o desta semana não é excepção até porque podem aplicar depois noutras alturas com outros padrões.

Só precisam de umas fronhas, lápis, x-acto, tinta para tecido e saberem o que querem desenhar na almofada. A técnica usada é a do stencil e o tutorial está aqui.

Dou só uma dica porque neste DIY, ela usa um papel chamado "freezer paper" que não é muito fácil de encontrar por cá, no entanto é possível usar vinil, acetato ou até para quem não tem muito jeito para o desenho, podem imprimir o que desejam numa folha A4 grossa, cortam, prendem no tecido com alfinetes e depois é só pintar. 

Divirtam-se e personalizem o vosso Natal

Já a pensar no Natal


Com o aproximar do Natal, começa a dar-me vontade de fazer bolachinhas para acompanhar com um chá nos dias chuvosos, por isso hoje a receita é perfeita para um lanche bem saboroso e caseiro.

Ingredientes
900 gr de farinha de trigo
1 colher de chá de fermento em pó
1 pitada de sal
200 gr de margarina à temperatura ambiente
450 gr de açúcar
2 ovos
2 colheres de chá de extracto de baunilha ou sumo de limão

Cobertura (opcional)
2 claras
900 gr de açúcar em pó
corante alimentar nas cores que quiserem

Como fazer as bolachas
Misture a margarina e o açúcar até ficar uma mistura fofa, depois junte os ovos um a um.

Peneire a farinha com o sal e o fermente e lentamente com a batedeira em velocidade baixa, vá juntando à mistura dos ovos. Junte também o extracto de baunilha ou o sumo de limão.
Forme uma bola com a massa, embrulhe-a em película aderente e leve ao frigorífico durante 30 minutos.
Estenda a massa com o rolo e corte as bolachas com as formas que quiser, depois coloque num tabuleiro forrado com papel vegetal e leve ao frigorífico mais 15 minutos.
Com o forno pré-aquecido a 170ºC, coloque o tabuleiro durante 10 minutos no forno.
Retire e deixe arrefecer.


Como fazer a cobertura
Para a cobertura, bata as claras mas de modo a que não fiquem muito presas. 
Junte o açúcar em pó e mexa. Divida em taças e junte o corante até formar as cores que quiser.
Com um saco de pasteleiro ou uma colher de café ou chá, cubra as bolachinhas com a cobertura. Antes de aplicar outra cor, deixe secar ligeiramente a primeira.

Atenção que a cobertura demora algumas horas a secar por completo. O ideal é guardar as bolachas num recipiente fechado depois de secarem de um dia para o outro!

Virei adolescente por isso digo Yes To Tomatoes

A minha pele tem passado por grandes transformações ao longo dos anos. A verdade é que até aos 20 tinha uma pele muito oleosa e altamente brilhante, mas a coisa acalmou e durante os 7 anos seguintes, passei de algo oleoso, para algo mais seco que um deserto o que também não é espectacular, mas sempre preferi assim do que se verem ao espelho através da minha testa.

A coisa mudou, principalmente desde este Verão, e o meu tormento de teenager voltou, com a agravante das borbulhas coisa que não tinha há milénios. Sempre gostei de usar máscaras, pelo menos uma vez por semana sabe-me bem esse cuidado extra que tenho, mas como a minha pele mudou também a máscara teve de mudar.

Sou fã das máscaras Yes To, que se podem comprar na Sephora, existem diferentes máscaras para diferentes tipos de pele, e têm todas um cheiro bastante agradável.

Até há uns tempos usava a Yes To Carrots, ideal para peles secas, mas desde que se instalou em mim uma revolução de pele jovem e imberbe mudei para a Yes To Tomatoes e a verdade é que noto claramente diferenças, principalmente na oleosidade que está muito mais regulada e nas borbulhas que praticamente já não existem.

Custa à volta de 16€, mas a verdade é que dura imenso tempo, aliás um dos grandes cuidados que se deve ter é o prazo de validade porque como é uma máscara natural depois do prazo perde muitos nutrientes e isso sente-se claramente na pele. 

Vencedora Galochas Natura



Obrigada a quem participou, tivemos muitas quadras originais em concurso e não foi fácil escolher uma vencedora. 




Eu e o Harry Potter


Sempre achei piada ao Harry Potter, mas não sei porquê fui deixando os filmes passar. Lembro-me que o primeiro Harry Potter que vi foi o segundo filme e depois só voltei a ver o quarto e nunca mais liguei à história dos feiticeiros, apesar de sempre ter tido curiosidade com todo este universo.

A coisa alterou-se, e há cerca de duas semanas surgiu uma súbita vontade de ver toda a saga, quase uma coisa mágica que se abateu sobre mim e eu só pensava: Harry Potter, Harry Potter tenho de ver isto.

E pronto num fim de semana despachei 5 filmes, a meio desta semana foi o sexto à noite e agora vou alegremente para os dois últimos, com a triste sensação que isto está quase a acabar e eu ainda via mais uns quantos. Principalmente num dia chuvoso destes que só apetece manta, sofá e....HARRY POTTER.

P.S: ADORO o Dumbledore, e fiquei vontade de me mascarar com mega barbas no Carnaval e voar de fénix.

Bom fim de semana

Pequenos mimos para alguém especial



































E porque o Natal está cada vez mais perto, há que começar a pensar nos presentes, por isso a crafts with love tem novas peças com preços reduzidos a pensar em todas as carteiras.

Para melhorar ainda mais, até dia 14 de Dezembro todas as compras iguais ou superiores a 5€ têm um desconto de 15%. 

Visitem aqui




Old brand new











Old brand new é um dos meus blogues de inspiração favoritos, as fotografias estão sempre impecáveis e contam histórias de objectos que ganham nova vida, para além de outros temas inspiracionais muito bons.

Eu adoro reciclar e reutilizar coisas, acho sempre que é importante dar o nosso toque pessoal ao local onde vivemos e isso nem sempre passa por comprar coisas novas, mas olhar para as velhas com olhos de ver. 

Portanto hoje as fotos mostram a dança entre o velho e o novo, entre o clássico e o moderno, entre o desejo de ter um espaço bonito mas com personalidade.

Hispter typeface








A Hipster recebeu um certificado de excelência por reconhecidos directores de tipos de letras de Nova York e foi seleccionada para fazer parte da Bienal de Tipos Latinos 2012.
Foi desenhada pelo argentino Ale Paul que tem um trabalho notável na área da tipografia.